FOHB: 94% dos hotéis estimam reabertura até julho; saiba mais

De acordo com uma análise realizada no mês de março pelo FOHB, apenas 31% dos empreendimentos hoteleiros mantiveram as suas operações

(Foto: Divulgação)

O Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) divulgou os resultados do mês de março. A análise contou com a participação de 578 hotéis de redes associadas, responsáveis por 99.750 unidades habitacionais. Segundo o estudo, houve uma queda nos três principais indicadores hoteleiros, frente ao mesmo mês do ano passado:

  • -34,6% na taxa de ocupação
  • -2,7% na diária média
  • -36,4% no Revpar

Todas as regiões registram queda na taxa de ocupação variando entre -37,6% no Centro-Oeste e -15,6% no Norte. A diária média, por sua vez, registra variação positiva em Centro-Oeste e Norte de 4,1% e 2,7%, respectivamente. Nordeste (-16,4%) e Sul (-3,7%) lideram queda, ao mesmo tempo que Sudeste apresenta uma variação tímida, mesmo que negativa, de -0,5%. Já o Revpar mostrou queda em todas as regiões, sendo o maior índice captado no Nordeste (-42,8%), seguido por Sudeste (-36,4%), Sul (-36,1%), Centro-Oeste (35%) e Norte (13,3%).  

Levando em consideração a categoria dos hotéis, os Upscale foram quem demonstraram maior índice de queda na taxa de ocupação, com uma média de -42,8%. Logo, aparece os Midscale, com -37,8%, e Econômicos, com -27,8%.

Acumulado do ano

Sobre os três primeiros meses, o FOHB realizou uma análise com 551 hotéis de redes associadas e 89.263 unidades habitacionais. O trimestre demonstra um aumento de 4% na diária média, contudo, queda na taxa de ocupação (-12,4%) e no Revpar (-8,9%).

A taxa de ocupação caiu em todas as regiões, variando de -3,3%, conforme registrado no Norte, a -16,7%, notado no Centro-Oeste. Já o Revpar apresenta variação negativa de 1,3% no Norte e -14,3% no Centro-Oeste. Seguindo o caminho contrário, a diária média apresentou somente variações positivas que variaram de 1,4% no Sul a 5% no Sudeste.

Impacto Covid-19

Em março, o FOHB também contou com a participação de 872 hotéis, que detém 139.913 unidades habitacionais em um outro estudo quanto às operações durante a pandemia causada pela covid-19. Um pouco menos de um terço (31%) ainda continua aberto. Entre os demais, 94% afirma reabrir as operações entre este mês e julho, com o pico em junho, que concentrou 40% da previsão de reabertura.

Confira o quadro de fechamento por região:

RegiãoOferta
Norte 37,72% aberto
Nordeste28,14% aberto
Centro-Oeste44% aberto
Sudeste34,84% aberto
Sul14,93% aberto

De acordo com o estudo, cerca de 99% dos resorts estão fechados. Essa taxa cai para 69% quando se trata de hotéis Econômicos. Já os Midscale contam com 60% dos seus empreendimentos com suas operações suspensas, enquanto 58% dos Upscale possuem sua portas fechadas.

Confira as taxas de fechamentos em algumas cidades:


Deixe uma resposta