Foz do Iguaçu inicia retomada de operações de meios de hospedagens

Sindhotéis, Prefeitura de Foz do Iguaçu e entidade da Gestão Integrada de Turismo desenvolveram plano de retomada e novos protocolos de segurança

Os meios de hospedagem de Foz do Iguaçu começaram a retomar suas operações na última segunda (11). A decisão é resultado de um plano de retomada do turismo e dos protocolos de segurança sanitárias envolvendo Sindhotéis, Prefeitura de Foz do Iguaçu e entidade da Gestão Integrada do Turismo. Caberá a cada empresa definir a data para abrir as portas. A expectativa é que o setor retorne à totalidade em até um mês.

Os empreendimentos estão autorizados a reiniciar as atividades para viajantes de negócios e por motivos particulares. A partir 10 de junho, os empreendimentos serão permitidos par viajantes lazer. Em ambos casos, é necessário cumprir protocolos de segurança sanitária, estabelecidos em decreto municipal e nas demais normas vigentes e ainda assinar o Termo de Responsabilidade Sanitária.

Neuso Rafagnin, presidente do Sindhotéis, afirma que os estabelecimentos estão investindo fortemente em qualificação e insumos para proteger hóspedes, colaboradores e parceiros.  “Os protocolos de segurança sanitária possuem alto padrão de requisitos da legislação municipal, estadual, nacional e internacional de proteção à vida”, ressalta.

O profissional ainda destaca que a retomada é uma passo significativo para amenizar a crise do destino, que conta com mais de 30 mil leitos por cerca de 180 empresas. Além disso, reforça a urgência da implementação do plano de retomada do turismo, com atenção à promoção de Destino Iguaçu. “Somente assim podemos pensar em recuperar uma parte do movimento. Isso a médio e longo prazo”, completa.

Eventos

O decreto 28.114, de 8 de maio, conta com oito seções para regular as atividades do setor. Confira:

  • Funcionamento dos serviços de recepção, áreas comuns e circulação
  • Responsabilidade empresarial
  • Atuação dos colaboradores
  • Cuidados em alimentos e bebidas
  • Limpeza e arrumação dos quartos
  • Atenção nas áreas de lazer
  • Cronograma de retomada dos espaços de eventos nos meios de hospedagem: a partir de 28 de julho, eventos de pequeno porte (até 400 pessoas); 17 de agosto, de porte médio (401 a 1.000 pessoas); em 24 de agosto, de grande porte (1.001 a 3.000 pessoas); e a partir de 3 de setembro, eventos especiais (acima de 3.000 pessoas).
  • Medidas de comunicação a serem tomadas pelos estabelecimentos nos meios de hospedagem

“Defendemos para que a retomada efetiva do turismo sejam reabertos os parques e os atrativos e sejam feitos investimentos consistentes na atração de turistas, além de uma abertura maior da gastronomia”, conclui o presidente do Sindhotéis.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui