Fundtur divulga carta aberta com novos posicionamentos do estado

O documento, assinado por Bruno Wendling, diretor-presidente da Fundtur, explica como o estado vem atender aos impactos causados pelo Covid-19

Bruno Wendling presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur).

A pandemia do Covid-19 ainda vem exigindo das empresas e destinos, bem como de órgãos público, um posicionamento frente ao atual cenário. Nesta sexta-feira (20), a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur) divulgou uma carta aberta, explicando novas iniciativas e os impactos consequentes do vírus.  

Confira, abaixo, o comunicado na íntegra:

“CARTA ABERTA AO TRADE TURÍSTICO E COMUNIDADE DE MATO GROSSO DO SUL

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, por meio de seu Diretor-Presidente, Bruno Wendling, diante dos recentes fatos da pandemia do COVID-19, seus desdobramentos junto à saúde pública mundial e os impactos negativos que está gerando para a atividade turística mundial, vem a público comunicar que a Fundtur:

  • está tomando medidas internas no sentido de preservar a saúde de seus servidores, sem, no entanto, deixar de cumprir com suas atribuições e funções de órgão gestor do turismo estadual;
  • está divulgando em suas mídias sociais e site institucional, mensagens que incentivem os turistas que tinham viagens marcadas para/pelo nosso estado, para que optem pela remarcação e não pelo cancelamento;
  • está acompanhando juntos aos órgãos federais, associações nacionais e empresas do trade turístico, a situação dos cancelamentos das operações e avanços nos números de contagiados;
  • está elaborando propostas para apresentar aos órgãos competentes com alternativas que possam apoiar e minimizar os impactos econômicos sofridos, e que ainda estão por vir, a este importante segmento econômico que emprega milhares de sul-mato-grossenses; e
  • está acompanhando junto ao órgão de proteção do consumidor, PROCON, os casos que envolvam as relações de consumo entre os consumidores e as empresas prestadoras de serviços turísticos em nosso estado, por mais que não dependa dos nossos esforços.

Entendendo que esta situação foge ao controle de todos os envolvidos, informo ainda que todos os projetos que foram selecionados por meio dos editais realizados no segundo semestre do ano passado e que tiveram suas realizações canceladas por conta dos fatos supracitados, poderão contar com o apoio financeiro desta Fundação em sua futura realização, atendendo a legislação e as normas vigentes.

Por fim, reitero nosso compromisso com o desenvolvimento da atividade turística no estado, com o aumento do fluxo turístico e o fortalecimento da cadeia produtiva do turismo no Mato Grosso do Sul, entendendo ainda que este processo só será construído a várias mãos e com a união de todos.

Seguimos a disposição para construirmos alternativas para esta situação que passamos e desejamos a todos, força e perseverança diante dos desafios que se apresentam.

Atenciosamente”


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui