Gilson Machado toma posse do Ministério do Turismo nesta quinta (17)

Gilson Machado, presidente da Embratur, assume oficialmente o Ministério do Turismo após uma semana da demissão de Marcelo Álvaro Antônio

Gilson Machado Ministério do Turismo
Gilson Machado, Jair Bolsonaro e Manoel Linhares no evento de posse do novo ministro do Turismo

Durante a manhã desta quinta (17), Gilson Machado, presidente da Embratur, tomou posse oficialmente do Ministério do Turismo. O evento, que aconteceu no Palácio do Planalto, contou a presença de diversos ministros e secretários, além de líderes importantes do setor, como Manoel Linhares, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional); Paulo Guedes, ministro da economia; Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura; entre outros.

Marcelo Álvaro Antônio, ex-titular da pasta, abriu a cerimônia de posse do seu colega e destacou a sua parceria com Machado nas ações pelo Turismo nacional. O profissional também falou que, como deputado federal, permanecerá defendendo as pautas que interessam ao setor turístico.

“Nossa gestão marcou a história do setor, obtivemos um crescimento acima do Produto Interno Bruto (PIB), gerando 163% mais empregos em 2019. Com a pandemia, a união e a rápida ação do grupo denominado G20, que reúne as principais lideranças do trade turístico nacional, foi fundamental para possibilitar a retomada que vemos agora no turismo”, detalhou Álvaro Antônio.

Machado iniciou sua fala destacando sua disposição em atuar para que a indústria possa ser um dos principais motores do desenvolvimento do País e chegar a ter a mesma importância do agronegócio.

“Somos o país da América Latina que tem o maior potencial de crescimento e a maior velocidade na retomada. As companhias aéreas já mostram uma recuperação de 400% da malha aérea. Comparando com dezembro do ano passado, já estamos com 80% dos voos restabelecidos. Em Recife, o movimento já é maior que em 2019, com a ocupação subindo principalmente no Nordeste”, afirmou o novo ministro do Turismo.

Linhares, que representou o G20, grupo de trabalho citado por Álvaro Antônio e por Machado, aproveitou o momento para comentar a importância da nomeação do novo ministro. “Já conhecemos o belo trabalho que o Gilson Machado vinha desenvolvendo na Embratur e temos certeza que poderemos contar com ele, como um parceiro, para estimular cada vez mais a atividade turística no país, nos ajudando a encaminhar antigos pleitos do setor”, afirmou Linhares.

O presidente Jair Bolsonaro, no final do evento, anunciou a assinatura do decreto que libera R$ 20 bilhões para compra de vacinas contra covid-19 pelo Ministério da Saúde. Também declarou que continuará trabalhando para incrementar os números do Turismo brasileiro. “Faço aqui um apelo aos parlamentares para que possamos atualizar nossa legislação para apoiar os interesses turísticos e atrair mais investimentos para o país. Chegou a hora de sermos o país do futuro”, finalizou o presidente.

Deixe uma resposta