Globaldata: apoio britânico aos cruzeiros é solução a curto prazo

Segundo analista da Globaldata, a indústria de cruzeiros britânica apresenta uma série de dificuldades nos últimos meses, com quase nenhuma receita

cruzeiros
Foto: Frank Augstein -Reuters

Boris Johnson, primeiro ministro do Reino Unido, disse que o governo apoiará as empresas de cruzeiro da maneira que puder. Após esse anúncio, Ben Cordwell, analista de Viagens e Turismo da Globaldata, deu uma visão sobre a situação atual. Segundo ele, esse suporte dado por Johnson pode ser considerado um alívio e reforça que a indústria vem enfrentando uma série de desafios de longo prazo, sendo essa a única curta solução.

“O setor de cruzeiros passará por um período de auto-reinvenção, que provavelmente estará na forma de distanciamento social rigoroso, além de vários procedimentos de saúde e segurança. Será interessante ver se essas medidas atraem clientes ou os impedem nos próximos meses. As empresas de cruzeiros podem achar que o verdadeiro desafio é levar os clientes de volta aos navios”, pontua o analista.

Ainda de acordo com o representante da Globaldata, a indústria britânica ficou cambaleando depois de meses de suspensões, deixando pouca ou nenhuma receita. “O primeiro-ministro dizendo que está disposto a apoiar as empresas é a primeira notícia boa que o setor ouviu desde o início da pandemia, no entanto, se será suficiente para manter as empresas em atividade ainda está para ser visto”, conclui.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui