Gol anuncia voos para alta temporada e operações com Boeing 737 MAX

Serão cerca de 556 voos por dia no período para 62 destinos, com 30 novas rotas em relação ao mês anterior

Gol

Nesta semana a Gol anunciou voos mais voos para os meses de dezembro e janeiro, recompondo 75% de sua oferta de assentos em relação ao mesmo período do ano passado a partir dos aeroportos de São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Brasília, Fortaleza e Salvador.

Entre 17 e 18 de dezembro, serão seis novos destinos (Aracaju-SE, Curitiba-PR, Palmas-TO, São Luiz-MA e Teresina-PI. Alegre-RS (este a partir do dia 17).  Porto Seguro (BA) terá voos diretos a partir de Brasília-DF, São Paulo/Congonhas, Belo Horizonte/Confins e Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont). E Ilhéus terá voos diretos a partir de Brasília. Já Fortaleza ganha mais três rotas novas: Belo Horizonte/Confins-MG, Goiânia-GO e Campinas-SP.

Outras seis cidades da região estarão ligadas diretamente com o Sudeste pela capital paulista, no aeroporto de Congonhas: Aracaju, Ilhéus, Jericoacoara (também com Guarulhos), João Pessoa, Maceió e Natal. Campo Grande e Foz do Iguaçu. No Centro-Oeste, Cuiabá (CGB) terá voos para Curitiba e Rio de Janeiro/Galeão.

 Já na região Norte, Belém haverá a volta da rota direta para Marabá, Carajás e São Luís, neste período de festas de fim de ano. A capital paraense ainda ganha aumento de oferta para Santarém, Macapá e Fortaleza. Em Manaus, os Clientes terão aumento de operações para Fortaleza, Rio de Janeiro e Santarém.

Serão cerca de 556 voos por dia no período (aumento de 50% dos voos e de 54% de oferta de assentos no comparativo com o mês de novembro/2020), para 62 destinos (58 próprios e 4 através de parceiras regionais), com 30 novas rotas versus o mês anterior.

Com a reabertura das bases de Jericoacoara-CE (2/12), Caldas Novas-GO e Cabo Frio-RJ (27/12), todas tendo como ponto de partida a cidade de São Paulo, todos os destinos em que a Companhia opera no País estarão em funcionamento. Os voos internacionais da Gol continuam com previsão de retorno gradual a partir de março/2021.

Boeing 737 MAX

Nesta sexta-feira (4), a Gol realizou o primeiro voo com passageiros Boeing 737 MAX. O grupo de executivos e colaboradores decolou do aeroporto de Congonhas com destino a confins. Paulo Kakinoff, diretor presidente da companhia e Celso Ferrer, vice-presidente de Operações, assim como o membro do Conselho de Administração, Joaquim Constantino, estiveram no voo acompanhados de suas famílias.

Na semana que vem será realizado um voo com convidados e, posteriormente, terão início os voos comerciais. A Gol optou por exceder aos requisitos regulatórios e tem realizado múltiplos voos técnicos adicionais aos recomendados pelas autoridades aeroportuárias.

Deixe uma resposta