GOL cresce 92,7% e tem lucro de R$ 42,8 milhões no 2T18

0

A GOL obteve lucro operacional de R$ 42,8 milhões, com crescimento de 92,7%, no 2º trimestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. Os índices representam a a maior margem em um 2T da companhia desde 2010.

Com os dados consolidados do 2º trimestre deste ano, a GOL registrou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 207,9 milhões no período.

A combinação de maior demanda com eficiência na gestão da frota resultou em R$ 2,4 bilhões de receita líquida no trimestre, um incremento de 9% em relação a 2017.

“Continuamos focados em oferecer a melhor experiência em transporte aéreo com serviços exclusivos e com pontualidade aos nossos clientes, em aeronaves novas e modernas, que interligam nossos principais mercados em horários e frequências de maior conveniência”, afirmou o presidente da GOL, Paulo Kakinoff.

“Está comprovada a assertividade da nossa estratégia de oferecer um produto diferenciado e de alta qualidade, além de mantermos a liderança nas baixas tarifas, a melhoria contínua de nossos resultados e eficiência operacional”, ressaltou.

A GOL registrou ainda aumento de 2,5% no número de passageiros pagantes transportados por quilômetro voado (RPK), passando de 8,1 bilhões no 2T17 para 8,3 bilhões no 2T18.

O valor médio pago por passageiro por quilômetro voado (Yield) subiu 7,6% na comparação trimestral, resultando em RASK (receita por assento por quilômetro voado) líquido de 22,05 centavos (R$) no 2T18, aumento de 6,7% em comparação ao 2T17.

Também no 2º trimestre de 2018, a companhia atingiu o índice de 93,6% dos mais de 58 mil voos da empresa decolando no horário, segundo dados da Infraero. A taxa de ocupação foi de 78,1%, aumento de 0,2 pontos percentuais (p.p.) em relação ao mesmo período de 2017.

Veja o infográfico da GOL:

Confira mais notícias de aviação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here