Gol firma novo acordo com Boeing e cancela pedido de 34 B737 Max

Com essa nova parceria, a Gol conta com compensação e flexibilização para implementar requisitos dinâmicos da frota, a fim de equilibrar oferta e demanda

Gol
Foto: reprodução

A Gol Linhas Aéreas anunciou que firmou uma acordo com a Boeing com relação ao B737Max, que inclui compensação em dinheiro e alterações em pedidos futuros e pagamentos associados. A companhia opera uma frota única de aeronaves Boeing e, até o momento, recebeu e operou mais de 250 aviões B737 Max.

“A Gol segue totalmente comprometida com o 737 Max como o núcleo de sua frota e este acordo reforça ainda mais nossa longa e bem-sucedida parceria com a Boeing”, disse Paulo Kakinoff, diretor presidente da Gol.

No primeiro trimestre de 2019, a paralisação do B737 Max resultou na parada de sete aeronaves operacionais da Gol e também na não entrega de 225 aeronaves B737 Max programadas para o ano passado, impactando negativamente as operações da companhia, bem como seu crescimento e plano de renovação da frota.

A parceria entre a Gol e a Boeing provê compensação e flexibilização à companhia para implementar requisitos dinâmicos da frota para equilibrar oferta e demanda. O acordo, com detalhes confidenciais, é composto por compensação em dinheiro e o cancelamento de 34 pedidos firmes para as aeronaves B737 Max, diminuindo de 129 para 95 e aumentando a flexibilidade para atender as necessidade futuras de frota da aérea.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui