Gol prevê retomar 70% a 80% da malha até dezembro

Paulo Kakinoff, presidente da Gol

A abertura do Abav Collab, realizada em formato híbrido, destacou a opinião de representantes de entidades, associações e lideranças da iniciativa privada sobre o papel essencial que o evento desempenha para alavancar a retomada do Turismo. Os discursos institucionais versaram sobre a importância da união diante da crise, destacaram a criatividade na viabilização do evento, fizeram reverência à resiliência dos profissionais que movimentam essa gigantesca engrenagem e trouxeram palavras de motivação – direcionadas à organização – e de otimismo -endereçadas a todos os integrantes da cadeia.

O caráter de negócios do encontro que começa amanhã foi destacado por Eduardo Bernardes, vice-presidente da Gol Linhas Aéreas, que participou do encontro em Salvador (BA). “Estamos presentes com um estande cheio de novidades, conteúdo e treinamentos adaptado a essa nova realidade, com o objetivo de compartilhar com nossos parceiros as iniciativas realizadas para garantir que o transporte aéreo seja feito com segurança e qualidade. É fundamental dialogar, mas também fazer negócios e nossa equipe comercial estará a postos para esclarecer dúvidas e manter essa relação de proximidade com os agentes de viagens em um momento tão importante”, disse.

A malha da aérea vem se recuperando mês a mês e, segundo Bernardes, hoje está na casa dos 50% na comparação com a capacidade que a qual a companhia operava no período pré-pandemia. A projeção apresentada pelo executivo mostra que a Gol deve chegar a índices de recuperação entre 70% e 80% da malha até o final do ano.

Por vídeo, Paulo Kakinoff também ressaltou a importância do evento na criação de um ambiente seguro para negócios.  “Que esse Dia Mundial do Turismo seja um marco para a retomada dos negócios e para a renovação da confiança e da competência que temos para fazer do Turismo do Brasil um orgulho para todos nós”, pontuou o CEO da Gol. (Colaborou Ana Azevedo)


Leia também:

Deixe uma resposta