Gol voará para seis novos destinos a partir de São Paulo; confira quais

A Gol voará para quatro novos destinos de fora e outros dois dentro do estado

0
O evento de anúncio dos novos voos da Gol foi realizado no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e reuniu autoridades do estado
O evento de anúncio dos novos voos da Gol foi realizado no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e reuniu autoridades do estado

A redução do ICMS da aviação de São Paulo já está gerando frutos. A Gol irá operar seis novos voos diretos a partir do Aeroporto de Guarulhos (GRU). Assim, Cascavel (PR), Vitória da Conquista (BA), Passo Fundo (RS), Sinop (MT), Franca e Barretos (SP) são os novos destinos da companhia.

Para Cascavel, Vitória da Conquista, Passo Fundo e Sinop, as vendas dos bilhetes aéreos já estão abertas para embarques a partir de agosto.

Contudo, Barretos e Franca (SP) ainda passarão por adequações em seus terminais para receber o 737-700 (para 138 passageiros), que realizará as operações. As mudanças devem ser realizadas nos próximos seis meses.

Assim, estas são as primeiras novas operações após as determinações estabelecidas pelo governador, João Doria, para manter a redução do imposto de ICMS do querosene da aviação em 12%.


LEIA MAIS

+ Gol é a mais utilizada no trecho SP-RJ em 2019, segundo o ViajaNet

+ Funcionários Delta e Gol realizam voluntariado em Recife

+ Gol recebe selo de “Acessibilidade Arquitetônica”

O presidente da Gol, Paulo Kakinoff, exaltou que a companhia agora passa a contar com 59 destinos nacionais, operando 13 destes de maneira exclusiva no mercado nacional.

“Essas rotas, não eram rentáveis antes da redução do ICMS. Agora, com os valores de operação mais baixos, conseguimos concretizar esses voos”, destacou.

“Os 737-700s estão voando pela primeira vez em regime de voos comerciais regulares para esses aeroportos de alguns dos destinos. Por isso, os terminais de Franca e Barretos levarão mais tempo. Porém, queremos realizar o primeiro voo para as cidades ainda neste ano”, pontuou o executivo.

“Continuaremos a trabalhar para gerar mais voos ao estado como projeto ‘São Paulo Para Todos’. Além disso, o governo continuará com os projetos de privatizações de aeroportos. Agora com voos, Franca e Barretos ficam mais interessantes de serem concedidos”, afirmou o secretário estadual de turismo, Vinícius Lummertz.

“Franca e Barretos vão experimentar o que significa a chegada de um avião, pois é algo que não afeta apenas a aviação, mas toda a cadeia econômica da cidade”, apontou o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz.


Leia Também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here