Gol transporta mais de 1,8 milhão de passageiros em julho

A Gol operou 12,6 mil voos em julho, atendendo a 132 mercado brasileiros. Neste mês, a companhia prevê 363 voos diários

Gol

A Gol Linhas Aéreas fechou sua alta temporada de inverno, o último dia 2, com números que confirmam o movimento de retomada no mercado. A companhia transportou mais de 1,85 milhão de clientes em 12,6 mil voos em julho, atendendo a 132 mercados nacionais com suas operações.

Se comparado ao mesmo período do ano passado, esses números representam acréscimo de 167,7% no número de clientes atendidos, 133,5% de alavancamento no número de voos e 28,2% de ampliação no número de mercados atendidos. A média de voos diários repete a evolução de 133,5% com relação a julho de 2020: foram 407,39 decolagens por dia em todo o País, contra as 164,45 saídas por dia do ano passado.

No dia 16, o maior pico do mês, a Gol operou 479 voos. Neste mesmo ínterim do ano passado, a companhia não ultrapassou 257 decolagens diárias, representando, então, uma variação positiva de 86,4%. Foram 73 mil clientes transportados neste mesmo dia, marca superior à da sexta-feira de Carnaval (12/02), durante a alta temporada de verão de 2021, com 468 voos e 67.412 passageiros transportados.

A média de clientes que viajaram diariamente em julho foi de 59,7 mil, ante dos 22,3 mil passageiros por dia de julho de 2020. Um salto de 167,7%. Em âmbito internacional, a Gol não realizou operações durante as férias de inverno.

Gol: malha aérea de agosto

A Gol prevê 363 voos diários, atingindo 454 decolagens em um dia de pico: um aumento de 30% da oferta na comparação mês a mês. Este número representa, ainda, a retomada de 67% da oferta registrada na pré-pandemia e uma evolução de 78% em agosto de 2021 ante agosto de 2020.

Entre os destaques, estão o incremento de oferta de decolagens no Aeroporto Rio Galeão (GIG), para o Sudeste, Sul e Nordeste; Brasília com mais saídas para o Norte, Nordeste e Sudeste; e o Aeroporto de Congonhas, com mais voos para o Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

“A Gol segue confiante na retomada das viagens no Brasil neste segundo semestre, tanto as de caráter turístico quanto a volta gradual do corporativo. A companhia mantém a disciplina e a consciência de sempre buscar o equilíbrio entre capacidade e demanda por voos, com a preocupação de oferecer toda a comodidade e eficiência para aos clientes que precisam se deslocar para qualquer lugar do País, por meio da alta conectividade”, diz Rafael Araújo, diretor de Planejamento de Malha Aérea da Gol.

Deixe uma resposta