Gol anuncia incremento de voos no Rio Grande do Norte nesta quarta (4)

As novidades são resultado da assinatura do regime especial de redução do querosene de aviação (QAV), que ocorreu em 18 de junho

0
GOL

A Gol anunciou que irá ter três operações extras no Rio Grande do Norte. Agora, além dez voos já estabelecidos no estado, as novas frequências regulares partem do Aeroporto de Natal, às quintas, sextas e domingos, com destino ao Rio de Janeiro (Riogaleão), a partir de novembro.

Além disso, a companhia realizará voos extras durante a alta temporada de São Paulo (Congonhas) e Brasília, com frequências diárias, e duas vezes por semana Goiânia, além de mais uma frequência semanal partindo de Buenos Aires.

As novidades são resultado da assinatura do regime especial de redução do querosene de aviação (QAV), que ocorreu em 18 de junho, estabelecendo a redução da base de cálculo em cinco alíquotas: 12%, 9%, 5%, 3% e até 0%. Em contrapartida, as companhias aéreas precisam cumprir metas para assegurar a redução.

“Ainda temos espaço para avançar mais, sabemos do árduo trabalho que nós estamos fazendo. A Gol foi a companhia que mais incrementou a nossa malha aérea, entre voos permanentes e sazonais”, contou Aninha Costa, secretária de Turismo do Rio Grande do Norte.


LEIA MAISVirgin Atlantic e Gol firmam acordo de codeshare para 37 destinosGol amplia operações com a Passaredo e anuncia três voos regionais
+ Gol disponibiliza 345 voos extras para segundo semestre

A secretária ainda destacou que solicitou um estudo de viabilidade para inclusão de mais um voo internacional da Gol, ligando Santiago, no Chile ou Montevidéu, no Uruguai, ao estado do Rio Grande do Norte.

“E o imposto do QAV está em 5%, porém como a Companhia possui voos internacionais partindo daqui, caso a frequência de voos aumente, ela pode chegar a zerar o valor do QAV. Ou seja, ainda podemos expandir mais essa negociação”, completou.

“A Gol é a aérea que mais voa no RN, sabemos que o produto turístico aqui é espetacular. Proporcionalmente o estado é o estado que mais ganhou com essa redução de QAV, acrescentamos na malha aérea um aumento de 18,75%”, afirmou Paulo Kakinoff, CEO da companhia.


Leia Também:


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here