Gollog inaugura novo terminal de cargas

Por: Camila Oliveira

 

A unidade de transporte de cargas da GOL, a GOLLOG, há 11 anos vem inovando e garantindo um serviço de qualidade para seus clientes. E os últimos dois anos foram marcados por investimentos robustos. No ano de 2010, a GOL construiu um novo terminal de cargas no Aeroporto de Congonhas, que duplicou a sua capacidade de armazenagem e manuseio de cargas.

 

Em 2011, a GOLLOG recebeu o maior investimento de sua história, cerca de R$ 11 milhões, e construiu um terminal de cargas em iniciou suas operações em 1º de fevereiro. “Além dos investimentos de encomendas, além do foco na automação da operação”, declara o diretor de Cargas da empresa, Carlos Figueiredo.

 

As novas instalações em Guarulhos ocupam um espaço três vezes maior que o anterior. O novo terminal logístico conta agora com cerca de 5 mil m² de área desenhada sob medida e permite a movimentação de quase quatro vezes mais cargas que o antigo, o que significa uma capacidade de manuseio de aproximadamente 150 toneladas por dia.

 

O novo terminal faz parte da estratégia da GOL de aumentar a competitividade da Gollog, além de garantir mais comodidade, segurança e flexibilidade nos serviços oferecidos. Ele conta com 13 posições de atendimento aos clientes e 16 balanças, expressas. O local conta ainda com um amplo estacionamento”, continua Figueiredo.

 

Hoje, a GOLLOG tem mais de 100 franquias e está presente em 3,5 municípios brasileiros. Desde o início de suas operações, em 30 janeiro de 2001, já transportou mais de 450 mil toneladas de carga. Sua representatividade no faturamento da GOL tem crescido significativamente. A receita de cargas apresentou um crescimento de 18% no acumulativo do ano de 2011, quando comparado ao mesmo período de 2010”.

 

Há cerca de três anos, a GOLLOG entrou também no mercado de encomendas expressas. Com um portfólio completo de serviços, o segmento já corresponde a cerca de 23% da receita gerada pela unidade de cargas. Os produtos (GOLLOG Voo Certo, GOLLOG Express, GOLLOG Dez Horas e GOLLOG Doc) foram desenvolvidos para satisfazer a crescente demanda do mercado Poe entregas porta a porta, prazos definidos e serviços opcionais diferenciados.

 

Em 2012, a empresa está visando um novo segmento, o e-commerce. Segundo o diretor da GOL, é uma nova demanda mercadológica, além de entender o perfil do novo consumidor. “As mudanças no ambiente econômico e social trazem novos desafios para o transporte cargas. Precisamos entender essa nova realidade e criar alternativas inteligentes fazendo uso dos meios digitais”, aponta o executivo.

 

CO

 

Deixe uma resposta