Governo Federal libera R$ 40 milhões em linha emergencial

O dinheiro será destino a folha de pagamento de 1,4 milhão de pequenas e médias empresas durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19)

Sebrae - Governo Federal
Carlos Melle, presidente do Sebrae (Foto: Carolina Antunes/PR)

O Governo Federal informou, nesta sexta-feira (27), a liberação de uma linha emergencial de R$ 40 milhões devido a crise pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O objetivo é financiar a folha de pagamento de pequenas e médias empresas, com expectativa de beneficiar até 1,4 milhão de negócios.

O aporte deve atingir 12,2 milhões de trabalhadores, beneficiando empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões. Ao todo, serão dois meses da folha de pagamento, com volume de R$ 20 milhões por mês. O valor financiável por empregado é de até dois salários mínimos.

De acordo com medida, a empresa que aderir a essa linha fica obrigada a manter o emprego durante os dois meses de programa. O governo vai entrar com 85% dos recursos, os bancos entram com 15%.

“Essas empresas estão entre as mais vulneráveis na crise. Agora, esses empreendedores começam a enxergar um horizonte e nós temos insistido na importância de incentivar a população a comprar dos pequenos negócios”, diz Carlos Melles, presidente do Sebrae.

Caixa, Sebrae e Fampe

A Caixa está estruturando uma linha de crédito com taxas diferenciadas e prazos de carência que contarão com a garantia do Fundo de Aval da Micro e Pequena Empresa (Fampe).

Com patrimônio atual de R$ 476 milhões para alavancagem de empréstimos, o Fampe, gerido pelo Sebrae, passa por um processo de reformulação para favorecer o acesso a crédito das micro e pequenas empresas.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui