Grande Hotel Canela busca atrair mais turistas da região Nordeste

0
Vista aérea do hotel centenário (Foto: Divulgação)
Vista aérea do hotel centenário (Foto: Divulgação)
Por Leonardo Neves (Matéria publicada na Ed. 821 do Brasilturis Jornal em fev./19)

Em 1916, o presidente do Brasil era Venceslau Brás, ainda no período da Velha República. O mundo vivia o auge do terror antes daquela que seria a primeira das grandes guerras.

A medicina realizava a primeira transfusão de sangue da história. Os fatos ocorridos no período contextualizam o cenário encontrado por Luiza Burmeister Corrêa, esposa de João Corrêa Ferreira da Silva (um dos pioneiros da fundação de Canela em 1903), ao inaugurar o Grande Hotel Canela, na cidade da Serra Gaúcha de mesmo nome, naquele ano.

Mais de um século depois, a família Corrêa continua à frente do hotel, que é o mais antigo em operação ininterrupta do Brasil, com a meta de expandir e alcançar novos mercados do País.

Parte externa de um dos chalés
Parte externa de um dos chalés

O empreendimento mantém as características que deram base à sua fundação: as primeiras construções que foram erguidas, desde o espaço do salão de refeições até os antigos quartos (remodelados e utilizados até hoje) que, somados aos antigos objetos e móveis distribuídos no local, tornam a passagem pelas áreas comuns em uma viagem pela história de Canela.

Recriação de um dos primeiros quartos do hotel
Recriação de um dos primeiros quartos do hotel

Não é à toa que em um dos chalés mais antigos do Grande Hotel Canela existe um acervo de itens, documentos e até a recriação dos primeiros quartos exatamente como eram na época. O espaço funciona como um pequeno museu na área do empreendimento que fica situado em um bosque de oito hectares.

Tradição com modernidade

Quarto super-luxo
Quarto super-luxo

Apesar do apelo histórico e do clima rústico dos móveis de madeira, os 94 quartos estão equipados com ar-condicionado, TV, frigobar, amenities diversos, além de conexão Wi-Fi em toda a área do empreendimento. Os quartos são separados em seis categorias de acomodações – incluindo três tipos diferentes de chalés – e o hotel recebe cerca de 40 mil hóspedes ao ano, a maioria proveniente do estado do Rio Grande do Sul e da região Sudeste.

Refeitório principal
Refeitório principal

Apesar do público regional consolidado, o hotel busca conquistar mais visitantes da região Nordeste. A sucessora da família e atual executiva comercial e financeira do hotel, Paula Krause Corrêa, pontuou a estratégia para aumentar o fluxo de turistas da região.

“Estamos com diversas visitas agendadas a parceiros no Nordeste, pois temos o plano de mostrar com mais veemência o diferencial de nossos produtos: somos um parque de oito hectares no centro de Canela, um hotel centenário que oferece acomodações de superluxo, com um atendimento orientado a uma experiência inesquecível. Nosso objetivo é que, no check out, o hóspede já esteja planejando a volta”, pontuou.

Segundo Paula, um dos principais desafios é mostrar Canela como um destino tão especial quanto são as outras cidades da Serra Gaúcha. A estratégia para isso já está traçada.

“Temos planos de organizar, em parceria com alguns agentes locais, um famtour direcionado a Canela, para que os agentes de outras regiões conheçam melhor nossa cidade e seu potencial”, adiantou.

Antiga cozinha do hotel, também utilizada para eventos
Antiga cozinha do hotel, também utilizada para eventos

Durante os períodos de baixa temporada, é comum o local receber eventos corporativos e casamentos, já que dispõe de diferentes áreas internas de eventos para diversos portes, além de um espaço externo com vista para a lagoa que cerca toda a área.

“Pretendemos trazer eventos exclusivos que evidenciem o potencial de nossa estrutura, assim como aprimorar ainda mais nossas acomodações. O nosso maior desafio, como empresa centenária, familiar, é sempre quebrar nossos paradigmas e criar desafios para nós mesmos, enquanto gestores e hoteleiros”, explicou a executiva.

Apesar de querer manter a tradição, Paula vê com bons olhos a ampliação de produtos e experiências para alavancar cada vez mais o empreendimento. “Acredito que o segredo para um hotel se manter ativo por tanto tempo seja o espírito empreendedor, criativo e sempre aberto às novas tendências”, apontou.

Ela avalia os últimos dois anos como “um teste para a economia”, mas afirma que o hotel centenário já passou por diversas outras crises no País e sempre saiu fortalecido.

“As estratégias que tivemos de criar para continuar oferecendo um produto de muita qualidade, casado com uma perspectiva melhor para a economia brasileira, nos dão a certeza de que 2019 será um ano de muito trabalho. Mas, também, de muitos resultados”, finalizou.

Serviço

Rua Getúlio Vargas, 300, Centro – Canela (RS)

(54) 3282-1285

www.grandehotel.com.br

Leia mais sobre Hotelaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here