Gru Airport implementa câmeras térmicas para aferição de temperatura

A fim de evitar o contágio de covid-19, o aeroporto instalou as câmeras no Terminal 2, qye corresponde a 90% do fluxo de passageiros

O Gru Airport e a Dahua Technology anunciaram a instalação de câmeras térmicas com calibrador black body no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. A ideia é identificar passageiros com temperatura acima de 37,8°, o que pode significar presença da covid-19. A tecnologia permite maior precisão na indicação da temperatura corpora das pessoas, com margem de 0,3°.

Alguns aeroportos na Espanha, Turquia, Chile, Argentina e Colômbia conta com o mesmo equipamento, que está em funcionamento no metrô de Salvador (BA) desde 1º de junho. As câmeras são instaladas no portão de embarque do Terminal 2, que concentra 90% do fluxo de voos e passageiros de todo o aeroporto. Por meio do monitor, o agente do aeroporto acompanhará toda a operação. Se um passageiro for identificado com temperatura superior a 37,8°, será direcionado ao posto médio para receber atendimento e instruções.

As câmeras operam com uso de inteligência artificial e analisam algoritmos que medem a temperatura proporcional à quantidade de raios infravermelhos emitidos por uma pessoa. É possível medir a temperatura de até cinco mil passageiros em 30 minutos. Utilizando termômetro convencional, a análise dos viajantes levaria cinco horas.

A aferição é uma das medidas que a Gru Airport oferece aos passageiros como boa prática contra o contágio da covid-19. Outras recomendações de órgãos responsáveis também estão seguidas. No Terminal 3, os passageiro têm a temperatura corporal medida por paramédicos contratados pela Gru Airport no portão de embarque.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui