Grupo Latam aumenta conectividade da América Latina para novos mercados

Alinhado com o plano estratégico de oferecer a melhor conectividade a partir da América Latina, o Grupo Latam Airlines prepara seis novas rotas internacionais para o último trimestre de 2015 e o ano de 2016. Os novos destinos fortalecerão a malha internacional do Grupo entre a América Latina e a América do Norte, o Caribe, a Europa e a África. Já no Brasil, a TAM readequará a sua malha aérea internacional e vai privilegiar os mercados mais promissores para enfrentar o cenário econômico desafiador do país.

“O Grupo Latam tem o compromisso de ampliar a conectividade dos seus clientes em toda a América Latina. A dimensão do Grupo, presente em diversos países da América Latina, é o que nos permite combinar flexibilidade, capilaridade e conectividade para abrir novas rotas mais promissoras, realizar remanejamentos estratégicos em toda a nossa rede de voos e, ainda, promover readequações nos mercados onde há retração da demanda”, comenta a presidente da TAM S.A., Claudia Sender.

Nesse sentido, as mudanças da TAM no Brasil começarão pelo cancelamento da rota Belo Horizonte–Miami, que vinha sendo operada com três frequências semanais, a partir de março de 2016. A TAM seguirá oferecendo ao público mineiro opções de rápida conexão em outros hubs (centros de conexão internacional) do Grupo LATAM, sobretudo a partir de Brasília, que já conta com voos regulares e diretos para Buenos Aires, Miami e Orlando. Para melhorar a conectividade, o Grupo ainda aumentará de três para sete frequências semanais a rota Brasília-Orlando.

Já o voo São Paulo-Orlando será reduzido de onze para sete frequências semanais e passará a ser operado pelo novo Airbus A350 XWB a partir do segundo trimestre de 2016. O voo Manaus-Miami também terá readequação a partir de abril de 2016, passando de cinco para quatro frequências, enquanto a rota Fortaleza-Miami será ampliada de uma para duas frequências, ambos semanais.

A partir de fevereiro de 2016, a TAM também vai passar a operar voos diretos entre São Paulo e Bogotá, aumentando de sete para 11 o número de frequências semanais das empresas do Grupo Latam nesta rota. Essa mudança  ampliará também as opções de rápida conexão para os destinos caribenhos oferecidos a partir da capital colombiana. Paralelamente, a partir de janeiro do próximo ano, a empresa assumirá algumas operações do Grupo Latam na rota São Paulo-Lima.

A partir de novembro de 2015, a LAN começa a operar a rota Santiago-São Paulo-Milão, e durante o ano já adicionou três novas frequências entre Santiago e Madri. Já a partir de junho de 2016, o recém-lançado voo da TAM entre São Paulo e Barcelona ganhará reforço e passará a ser diário, ampliando a conectividade entre a América do Sul e a Europa. E, finalmente, no próximo ano será ampliado de 14 para 17 o número de voos semanais da LAN Peru entre Lima-Miami, para reforçar a conectividade com todo o continente sul-americano a partir da capital peruana.

Como já anunciado, a TAM começará a voar entre Brasília e Punta Cana a partir de dezembro deste ano. Paralelamente, a companhia aguarda a aprovação das autoridades para operar a rota entre São Paulo e Johannesburgo (África do Sul), que tornará o Grupo Latam o único grupo de empresas latino-americano com operações aéreas regulares para o continente africano.

As novas rotas internacionais do Grupo Latam

O Grupo Latam Airlines se prepara para aumentar a sua rede internacional de mais de 140 destinos em 2016 e fortalecer a conectividade da América Latina com outros mercados, operando pela primeira vez voos diretos da LAN Peru entre Lima e Washington D.C. Com este lançamento, a LAN Peru se tornará a única empresa aérea da região a ligar diretamente as capitais peruana e norte-americana.

A partir de dezembro de 2015, a LAN Peru também planeja lançar os voos diretos Lima-Montevidéu e Lima-Antofagasta. Adicionalmente, a LAN Colombia começará a operar a rota Bogotá – Punta Cana.

“Estamos muito contentes com esses anúncios, que representam um marco relevante para o Grupo. Com a LAN Peru, iniciaremos as operações para um quinto destino nos Estados Unidos, nos tornando a única empresa a conectar de forma direta Lima e Washington D.C., além de fortalecer as operações entre a América Latina e os EUA” destacou o CEO do Grupo Latam Airlines, Enrique Cueto. “Outra novidade para o Grupo é a possibilidade de incorporação de um novo voo entre São Paulo e Johannesburgo. A TAM está aguardando as aprovações por parte das autoridades para inaugurar a rota durante 2016, o que seria uma grande notícia para nossos passageiros e clientes de carga já que não existe não existe outro Grupo de companhias latino-americano que conecte a região e a África”, complementou.

 

FA

Deixe uma resposta