Grupo São Bento inclui cardápios em braile em suas casas

Por: Antonia de Toledo

Medidas para beneficiar deficientes visuais são frequentemente discutidas. O projeto de lei que torna obrigatória a existência de pelo menos um cardápio em braile em restaurantes, bares e lanchonetes, apesar de existir desde 1997 em São Paulo, foi aprovado em 2013 pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH). Braille é o sistema de escrita que permite aos cegos ler utilizando o tato.

 

A partir de agora, as casas do Grupo São Bento de Gastronomia (Boteco S. Bento – unidades Vl. Madalena, Itaim e Campinas- e a Pizzaria Nacional), os deficientes visuais tem à sua disposição todas as opções do cardápio, desde as entradas e porções, até os coquetéis e drinks variados.

 

“Nossas casas já colocam à disposição todos os aspectos relativos à acessibilidade para pessoas com deficiência. Acreditamos que nossa obrigação seja oferecer condições igualitárias de atendimento a todos nossos clientes”, explica Ronaldo Camelo, um dos sócios proprietários do grupo.

 

 

AT

Deixe uma resposta