GTA treina 6 mil agentes e prevê parceria com laboratório para testes

A ideia é oferecer aos viajantes ainda mais confiança, que poderão realizar o teste de covid-19 antes de viajar e comprovar o resultado negativo no destino

GTA
Celso Guelfi, presidente da GTA (Foto: Felipe Lima)

A Global Travel Assistance (GTA), que anunciou nesta semana que está registrando alavancamento nas vendas em outubro impulsionado, também, pelo lançamento da cobertura exclusiva para covid-19, manteve sua aposta no treinamento de agências de viagens. Neste ano, a empresa já capacitou mais de 6 mil profissionais, um pouco de mais de 50% do que foi registrado no ano passado, quando foi contabilizado mais de 11,5 mil agentes.

De acordo com Celso Guelfi, presidente da GTA, foi muito importante esse contínuo contato com o mercado, tanto por meio das capacitações quanto por meio de visitas online e ligações periódicas. “Nossos treinamentos mostram aos agentes o como vender e de que forma vender. Com o lançamento da Academia GTA, durante essa pandemia, ficou ainda mais propício”, comenta.

Na última terça (13), a GTA anunciou, em exclusividade ao Brasilturis Jornal, que as vendas vêm crescendo e que a retomada, de fato, já pode ser sentida. Em setembro, por exemplo, foi registrado um crescimento de 38% nas vendas frente a agosto. Outubro, por sua vez, já superou em 18% as vendas do mês anterior. Guelfi afirma que isso é efeito da gradual retomada, que começa com viagens curtas e regionais e evolui para viagens nacionais e, posteriormente, internacional.

“Estamos entendendo que nosso reaquecimento vai acontecer começando no nacional e as pessoas já estão ansiosas para viajar. E conforme o tempo passa, vemos boas notícias de reabertura, como já estamos cientes quanto a Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai”, comenta o presidente.

GTA: Alavancamento de novos e velhos produtos

No último dia 6 de outubro, a GTA anunciou o lançamento de uma cobertura exclusiva para a covid-19. Trata-se de um serviço complementar a qualquer plano contratado pelos clientes que oferece coberturas de US$ 5 a US$ 30 mil. O produto envolve cobertura de despesas médicas, cancelamento de hospedagem e repatriação sanitária.

Guelfi afirma que este produto se fez necessário para que os viajantes sentissem a confiança para retornar sua rotina turística. “O mercado já estava ansioso pelo lançamento, que anunciamos que aconteceria entre final de setembro e começo de outubro. E, com o anúncio da disponibilidade do produto, tivemos um crescimento rampante em nossas vendas”, conta.

Ainda de acordo com o profissional, a telemedicina, produto já presente no portfólio da empresa, também ganhou ainda mais destaque durante a pandemia. “Muitas pessoas passaram a ter receio de ir no hospital de contrair ou se expor. O aumento foi muito significativo. Se necessário, mandamos médicos a domicílio, preservando ainda mais esse cliente”, reforça.

Reforçando a segurança

Em resposta ao Brasilturis Jornal em coletiva realizada na tarde desta quinta (15), Guelfi declara que há pretensão de realizar uma parceria com empresas farmacêuticas ou dessa natureza para proporcionar mais facilidade para o viajante que tem como destino algum país que exige o teste de covid-19.

“Nossa atual cobertura já cobre a realização do teste de covid-19 durante a viagem mediante suspeita médica. No entanto, já avaliamos essa possibilidade para dar um vale de desconto ou oferecer um serviço que contemple também a realização do teste de covid-19, que comprova a saúde do passageiro”, detalha o presidente, que prevê o anúncio oficial para as próximas semanas.


Deixe uma resposta