Hotel Areia que Canta começa a oferecer alimentos de horta orgânica a hóspedes

0

Não é de hoje que a busca por uma alimentação equilibrada ganha espaço entre consumidores de todo o mundo. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, só a produção orgânica nacional cresce mais de 20% ao ano.

Com a tendência, surgiram novos conceitos como o “slowfood” e o “farm to table”, ambos focados em uma relação mais direta entre o alimento e o consumidor. Pensando nisso, o Hotel Fazenda Areia que Canta mantém uma horta orgânica em suas dependências. De lá, saem variados tipos de alface, couve, rúcula, abobrinha, cenoura, quiabo, beterraba, brócolis, cheiro verde, entre outros alimentos que vão direto para a cozinha do Hotel e são servidos aos hóspedes.

“A horta existe na Fazenda desde quando não era Hotel. Porque essa era uma prática da fazenda, desde os antigos. Era usada para a própria subsistência mesmo”, afirmou a diretora de Marketing do Hotel Fazenda Areia que Canta, Eloisa Farsoni.

Além de consumir os alimentos provenientes da horta orgânica, os hóspedes são convidados a conhecer o espaço, onde podem entender o processo de produção e até degustar os produtos frescos. Existe, principalmente, uma preocupação em aproximar as crianças destes alimentos.

“Na atividade de culinária feita com os monitores, os pequenos ajudam a colher as cenouras da horta e as utilizam na confecção do bolo de cenoura, que depois elas comem no café da tarde” explicou Eloisa.

O Hotel Fazenda Areia que Canta está localizado a 240 km de São Paulo, na cidade de Brotas. O local é conhecido por abrigar as corredeiras do Rio Tamanduá e a mais famosa nascente da cidade, a Areia que Canta, que dá nome ao Hotel.

Leia mais notícias sobre Hotelaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here