Iata: 1º Simpósio Global de Acessibilidade será nos EAU

Dubai, local do evento, é hub da companhia aérea anfitriã, Emirates Airline
Iata
Evento promovido pela Iata debate acessibilidade

O Simpósio Global de Acessibilidade da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) tem data e local definidos. A primeira edição do evento, que reunirá representantes do setor, autoridades e grupos de advocacy, acontece em Dubai, de 5 a 6 de novembro.

Promovido pela Iata, serão discutidas ações para um sistema de transporte aéreo mais inclusivo para pessoas com deficiência. O local é um hub importante para Emirates Airline, companhia aérea anfitriã do evento.


LEIA MAISIata: demanda sobe 3,8% em agosto; ocupação e oferta também crescemBagagens: Iata aprova manutenção de veto sobre franquia de despachoIata: aviação transporta 4,4 bilhões de passageiros em 2018

Sua realização condiz com a resolução sobre passageiros com deficiência, que aconteceu durante a Assembleia Geral Anual da associação, em junho, na Coreia do Sul, em Seul. Segundo Alexandre de Juniac, diretor geral e CEO da Iata, isso indica o comprometimento do setor com a causa.

“O transporte aéreo oferece oportunidades incomparáveis e, todos, independente de sua deficiência, merecem acesso a essa liberdade. Reconhecemos que é preciso fazer mais e o simpósio reforça o diálogo”, diz.

Já para Tim Clark, presidente da Emirates Airline, ouvir o feedback de todos os lados ajuda na melhoria de serviços e soluções. “Como setor, precisamos fazer ainda mais. Este é apenas o começo para remover barreiras, criar políticas e implementar ações concretas para promover a acessibilidade universal”, afirma.

O Simpósio Global de Acessibilidade é apenas para convidados, incluindo palestras, painéis de discussão e conversas informais a respeito de acessibilidade.


Leia Também:

– Iata lança agenda de capacitações sobre tecnologia em oito capitais
– Iata registra aumento de 4,5% na demanda do tráfego de pax em maio
– Iata aprova resolução sobre slots e alerta ao governo sobre falta de capacidade

Leave a Reply