Iata estima que aviação movimentará 8,2 bilhões de passageiros em 2037

0
A aviação deve movimentar um público maior que a população atual do planeta até 2037

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) apresentou as tendências da aviação nos próximos 20 anos, com o estudo 20-Year Air Passenger Forecast, apresentado nesta quinta-feira (25). Segundo as estimativas, o número de passageiros pode dobrar e atingir 8,2 bilhões em 2037.

O levantamento ainda mostra que os maiores mercados do setor estão mudando para a região Oriental, resultado do forte crescimento contínuo. Nas próximas duas décadas, a previsão calcula a taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 3,5%, o que dobrará o número de passageiros na comparação com os níveis atuais.

Porém, a Iata alertou que as perspectivas de crescimento do transporte aéreo e os benefícios econômicos da aviação podem sofrer um impacto negativo se os governos implementarem medidas protecionistas.

“A aviação está crescendo e isso gera grandes benefícios para o mundo. O dobro de passageiros aéreos nos próximos 20 anos pode garantir 100 milhões de empregos no mundo todo. Dois aspectos importantes se destacam na previsão deste ano”, afirmou Alexandre de Juniac, Diretor Geral e CEO da Iata.

“Primeiro, vemos uma mudança geográfica do tráfego aéreo mundial para o Oriente. Segundo, prevemos um impacto negativo considerável no crescimento e nos benefícios da aviação se forem implementadas medidas protecionistas rigorosas e restritivas”, concluiu o executivo.

Tendências da aviação no Oriente

A região Ásia-Pacífico apresentará o maior crescimento entre todas as regiões, com mais da metade do total de novos passageiros nos próximos 20 anos vindos desses mercados.

O crescimento neste mercado é resultado de uma combinação de crescimento econômico robusto contínuo, maior renda familiar e perfil demográfico e populacional favorável.

Em meados da década de 2020, a China será o maior mercado de aviação do mundo, posição atualmente ocupada pelos Estados Unidos e determinada pelo tráfego doméstico e internacional. O reequilíbrio da economia chinesa e o aumento do consumo promoverá uma forte demanda de passageiros no longo prazo.

Em aproximadamente 2024, a Índia assumirá o 3º lugar, depois dos Estados Unidos e à frente do Reino Unido.

A Indonésia deve apresentar um desempenho de destaque – subindo do 10º maior mercado de aviação do mundo em 2017 para a 4º posição em 2030.

A Tailândia deverá entrar no grupo dos 10 principais mercados em 2030, substituindo a Itália, que deve sair do grupo dos 10 primeiros.

Confira mais notícias de Aviação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here