Ilha da Madeira lança cartilha com recomendações para turistas

Ilha da Madeira, em Portugal (Foto: Adam Smigielski)
Ilha da Madeira, em Portugal (Foto: Adam Smigielski)

O arquipélago da Madeira lançou a cartilha “Madeira Safe to Discover”, com informações do plano de atuação para a retomada, além de detalhes sobre as regras para os viajantes. Com a reabertura, que ocorreu na última quarta (1), o objetivo é comunicar as recomendações e garantir segurança a residentes e turistas.

O material aborda todos os procedimentos e boas práticas recomendadas. O governo da Madeira passou a exigir a apresentação de um exame de covid-19, realizado em até 72 horas antes do embarque. Para agilizar a saída do aeroporto, foi desenvolvido o aplicativo Madeira Safe to Discover. Por meio dele, o visitante poderá se registrar, responder questionário de saúde e incluir o teste.

O governo também exige, ainda, que aqueles que não portarem o exame realizem-no no formato RT-PCR sem nenhum custo. O passageiro será avisado sobre o resultado em até 12 horas e deverá permanecer no hotel durante todo o momento de espera. A cartilha mostra passo a passo e ainda reforça a importância de práticas como uso de máscara e distanciamento social.

O guia ainda detalha os protocolos recomendados para o uso de transporte e traslados, para o funcionamento de atrações e de hotéis. Para os meios de hospedagens, é indicado o check-in online, além de definida ocupação máxima de quartos e limite no número de hóspedes, principalmente nas áreas comuns.

O documento terá atualização de acordo com a evolução da pandemia ou sempre que necessário. Confira a cartilha neste link.

Madeira: expectativas

O Turismo da Madeira conta com toda a programação de voos esperados para o mês e estima-se a realização de 83 desembarques semanais provenientes de mais de 20 cidades da Europa. A região teve apenas 92 infectados, dos quais 90 estão recuperados. Não houve óbitos.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui