InFOHB: tarifas voltam a crescer acima da inflação após quatro anos

De acordo com o estudo da associação, a diária média chegou a 7,2% em 2019 e liderou a recuperação do setor no período
InFOHB - Encontro Nacional de Hotelaria
Orlando de Souza, presidente executivo do FOHB, fala dos números do InFOHB

O Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) divulgou, nesta quarta-feira (22), a edição de janeiro de 2020 de seu levantamento mensal – o InFOHB. De acordo com o estudo, o crescimento da diária média (7,2%) fez com que as tarifas crescessem acima da inflação depois de quatro anos.

Além do índice, que passa a liderar o processo de recuperação de desempenho do setor, outros também apresentaram melhora. É o caso da taxa de ocupação, que aumentou em 3,3% no ano passado.

“É um claro sinal de solidez na melhora do desempenho hoteleiro no Brasil. Depois de três anos consecutivos de aumento de ocupação, chegou o momento da diária começar a crescer com mais intensidade”, acredita Orlando de Souza, presidente executivo do FOHB.

Apesar de um PIB com crescimento próximo a 1%, a receita por apartamento disponível dos hotéis (revpar) aumentou 10,7%. Para os próximos anos, a tendência é de intensificação de crescimento, analisa o InFOHB.

InFOHB regional

Com relação aos dados regionais, o grande destaque de 2019 foi o Sudeste, beneficiado por ser o eixo mais rico do País. Nos estados da região, tarifa e ocupação tiveram acréscimos de 8,7% e 4,9%, respectivamente.

O Nordeste apresentou a menor evolução, com diária e ocupação crescendo apenas 4% e 0,3%, nesta ordem. Os fatores para isso incluem a crise da Avianca Brasil, derramamento de petróleo no litoral e incidentes de segurança pública, segundo o levantamento.


Leia Também:

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui