Inglaterra é palco da nova série dramática da Netflix; confira

A série filmada na Inglaterra é inspirada na saga de livros homônima de Julia Quinn, que conta com nove livros publicados entre 2000 e 2013

inglaterra

Acaba de estrear Bridgerton, produção da Netflix, com autoria de Shonda Rhimes (produtora de Grey’s Anatomy e Scandal). A história narrada por Dame Julie Andrews, se passa na Inglaterra no início de 1800, acompanhando a vida da família Bridgerton e seus romances na alta sociedade.

A série é inspirada na saga de livros homônima de Julia Quinn, que conta com nove livros publicados entre 2000 e 2013. A grande parte das imagens foram filmadas no campo inglês da cidade histórica de Bath e seus arredores. A cidade é famosa na Inglaterra pela arquitetura georgiana e por sua associação com o universo romântico da autora inglesa Jane Austen, além de ter recebido o título de Patrimônio Mundial da Unesco.

Veja as locações utilizadas na série:

Royal Crescent

Construído entre 1767 e 1775, o Royal Crescent é conhecido pela arquitetura georgiana na Grã-Bretanha e para os fãs de Jane Austen, este é um lugar imperdível em Bath. A construção semi-circular foi projetada em torno de um gramado ao lado do Royal Victoria Park. Além de residências particulares, há um hotel de luxo (The Royal Crescent Hotel & Spa), bem como um museu da vida georgiana, No. 1 Royal Crescent.

Abbey Green

O Abbey Green é no outro lado da York Street da Bath Abbey, escondido atrás dos Banhos Romanos e cafeterias britânicas, como Hands Georgian Tearooms e Mrs Potts Chocolate House. A loja e o café nesta praça, Pickled Greens, representam o Modiste – uma loja de vestimentas importantes para a história.

As filmagens aconteceram dentro e fora do edifício listado como Grau II, que apresenta janelas tradicionais de dupla fachada. Outra parte de Abbey Green também foi usada para representar Covent Garden, em Londres. A Bath Abbey, perto do Abbey Green localizada no centro da cidade fica, cuja história remonta a centenas de anos. Fundada no século VII e construída com a pedra amarela de Bath, a abadia é um exemplo de arquitetura gótica. 

Assembly Rooms

Quando construídas em 1771, as Assembly Rooms foram descritas como “as mais nobres e elegantes de todas do Reino (do Reino Unido)”. Hoje em dia, elas dão uma visão de onde a alta sociedade do século 18 costumava ir para apreciar música, dançar e se encontrar na Inglaterra.

Sede de alguns dos mais luxuosos bailes e festas da Grã-Bretanha, as Assembly Rooms foram mencionadas por Jane Austen nos romances A Abadia de Northanger e Persuasão. Após ser usada pela Força Aérea Britânica na Primeira Guerra Mundial, as Assembly Rooms foram reabertas em 1938 e podem ser visitadas, desde que reservado com antecedência. Logo abaixo das Assembly Rooms, o Fashion Museum possui um acervo repleto de artefatos de moda, vestidos e acessórios ao longo dos séculos.

Bath Street

Bath Street foi construída pelo arquiteto georgiano Thomas Baldwin em 1791, que também construiu o Cross Bath, no final da rua, uma piscina histórica onde as águas borbulham do solo a uma temperatura de 46 ° C. Em frente, encontrará o mundialmente famoso Thermae Bath Spa, o único spa termal natural da Grã-Bretanha.

Beauford Square & Trim Street

Beauford Square, usada para mais filmagens de rua, é uma praça de casas de dois andares construída em 1730 com um projeto de John Strahan. O lado sul é formado pela fachada original para o Theatre Royal Bath, e no centro havia um jardim comunitário. Agora é um pequeno gramado retangular, cercado por grades de ferro forjado. O interior de uma loja na Trim Street, na esquina da Beauford Square, também faz parte da série.

Holburne Museum

O exterior do Holburne Museum foi usado para filmar a entrada de uma das cenas do baile em Bridgerton. Na abordagem impressionante, através da ampla Great Pulteney Street, a fachada elegante e os jardins do edifício fornecem uma vaga ideia de sua grandeza e história. O edifício listado como Grau I foi originalmente projetado e construído como um hotel, mas agora abriga uma coleção de belas artes decorativas.

Guildhall

A Sala de Banquetes do Guildhall foi usada para cenas de baile na série. Com localização central, o Guildhall é um local georgiano, com grandes escadarias e trabalhos em gesso. A sala de banquetes é altamente decorada com ornamentos dourados, pinturas históricas e tetos altos, que resgatam a Inglaterra de um outro século.

Deixe uma resposta