Iniciativa de Mato Grosso é exemplo para o País

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) está veiculando um áudio no Aeroporto Marechal Rondon orientando os visitantes a procurarem guias de turismo, meios de hospedagem, transportadores e agências devidamente inscritos no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) do Ministério do Turismo (MTur). A iniciativa é inédita e servirá de modelo para outros estados da federação, conforme anunciou o MTur essa semana, após tomar conhecimento da ação.

“Achamos a iniciativa excelente. Assim que ficamos sabendo decidimos que iremos propor aos outros estados que façam o mesmo que Mato Grosso está fazendo, porque é muito importante zelar pela segurança e o bom atendimento aos turistas que chegam em nossas cidades e em nosso País”, declarou a coordenadora geral de competitividade e inovação do MTur, Tamara Barros.

A iniciativa deve-se ao fato de muitos guias estarem atuando na informalidade. No áudio, gravado em três idiomas, (português, inglês e espanhol), a Sedec orienta os visitantes a exigirem identificação dos prestadores de serviço como meio de garantirem a própria segurança e a qualidade do serviço prestado.

O titular da Sedec, Seneri Paludo, lembra que essa medida simples é uma das maneiras de ajudar a coibir a ilegalidade no setor e dar segurança aos turistas, além de fomentar a economia em alguns municípios. “Com guias preparados, o turismo será levado mais a sério e municípios que realmente dependem dessa atividade terão sua economia fomentada, pois o profissional qualificado saberá direcionar o visitante”, afirmou.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Mato Grosso, Hilson Cassio de Araújo, algumas agências em Cuiabá vêm trazendo guias do Peru para trabalharem no Pantanal sem o mínimo conhecimento da região. 

“Isso é péssimo para o turismo, porque para ser guia, o profissional tem que ser qualificado, fazer curso, estar regularizado e principalmente, conhecer a região”. Destacou, acrescendo que há anos a entidade buscava parceria do governo para tentar coibir a informalidade na atuação dos guias.

Mato Grosso tem hoje 230 guias de turismo cadastrados no Cadastur e mais 70 terminando qualificação até o fim do ano. Para se tornar um guia é necessário fazer curso técnico de 930 horas/aula.

O Cadastur é o sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo. Executado pelo MTur, em parceria com governos estaduais em todas as unidades da Federação, permite o acesso a diferentes dados sobre os prestadores de serviços turísticos cadastrados. O endereço é https://www.cadastur.turismo.gov.br/

 

CF

 

Deixe uma resposta