Interamerican debate importância e evolução do segmento LGBT+

De acordo com Alex Bernardes, da revista Via G, o mercado é responsável por cerca de US$ 3 trilhões por ano na Europa e nos Estados Unidos

LGBT

Na tarde desta quinta (13), a Interamerican Network promoveu um webinar focado no turismo LGBT+. Durante o encontro – que contou com a presença de Alex Bernardes, diretor comercial da Revista Via G, e Clovis Casemiro, coordenador da International Gay and Lesbian Travel Association (IGLTA) no Brasil -, foi abordado temas como o desenvolvimento e a necessidade de trabalhar com o segmento e a retomada do setor.

Casemiro aproveitou o momento para reforçar a recente pesquisa realizada pela IGLTA, a fim de entender os impactos da pandemia no segmento e as expectativa da comunidade para o setor. De acordo com o estudo com mais de 15 mil respostas e realizada em seis idiomas – português, inglês, espanhol, italiano, francês e japonês -, 64% dos brasileiros afirmam estar confortáveis para viajar ainda este ano. Mais informações sobre a pesquisa estão disponíveis neste link.

Bernardes destacou que a comunicação vem se tornando um importante aliado do segmento, contudo, a comunidade ainda é uma pequena porcentagem do montante. “A gente quase não é visto e quando isso acontece, muitos se incomodam. E essa possibilidade de falar mais sobre o segmento é justificável: as empresas entendem que o respeito à causa também gera lucratividade”, comenta.

Ainda de acordo com o diretor da Revista Via G, uma pesquisa no Reino Unido mostra que a cada 10% investido em diversidade aumenta em 15% a probabilidade de atingir as metas e em 3,5% o lucro. “As empresas perceberam isso. Vai ser cada vez mais comum se falar em diversidade nas mídias”, complementa. O profissional também mostra as consequências sociais da exclusão da comunidade por meio de um vídeo divulgado durante a live.

O conceito “pink money” também veio à tona durante o webinar, mostrando como o segmento gera importante movimentação econômica.  Bernardes ressalta que o público é responsável por uma gasto mundial de US$ 3 trilhões por ano na Europa e nos Estados Unidos. Confira mais dados:

“O hábito de consumo da comunidade é o que gera esse impulso econômico. Não é que somos mais ricos, mas investimos mais a nossa renda em turismo e lazer”, comenta Bernardes.

O representante ainda chamou atenção para as oportunidades que são deixadas de lado pelo mercado. Confira!

Casamento:

  • +10% de casamentos homoafetivos no Brasil nos últimos dois anos
  • 15,1% dos casamentos são de cônjuges do sexo feminino, enquanto 3,7% são do sexo masculino
  • Os casamentos duram, em média, 14 anos

 Viagem em família:

  • 77% das pessoas LGBT+ da geração dos millennials já são pais ou estão considerando ter filhos, um aumento de mais de 4%

Esporte:

  • São Paulo promove o True Colors Cup, que contou com 400 atletas e times de todo o Brasil
  • Também em São Paulo, seria promovida a primeira edição da Rainbowrun, que, até janeiro, contou com 1,2 mil inscritos

Corporativo:

  • Poucas agências se atentam a atender esses profissionais
  • Assunto cada vez mais faz parte de pautas de grandes jornais

Capacitação, engajamento, contratações, orgulho e comunicação são mais algumas dicas de Bernardes para as empresas que têm interesse em atuar no segmento. Para auxiliar ainda mais essas empresas, Alex Bernardes declara que está sendo estudado em treinamentos e capacitações online. Mais novidades devem ser informadas em breve.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui