Itaipu deve escoar neste sábado seis Cataratas do Iguaçu

A vazão no vertedouro da usina de Itaipu deve atingir picos de 9 mil metros cúbicos de água por segundo neste fim de semana, sábado, 21, e domingo, 22, o equivalente a seis vezes o volume médio das Cataratas do Iguaçu, com 1, 5 mil metros cúbicos de água por segundo. Para hoje sexta-feira, dia 20, a previsão de vertimento é de 6 mil metros cúbicos de água por segundo. Se confirmados, esses deverão ser os maiores volumes registrados desde a cheia de julho. O aumento das chuvas ocorre em função do fenômeno El Ñino.
A previsão de vertimento na usina é feita com base na afluência, água que a usina recebe das hidrelétricas acima dela, e chuvas localizadas sobre o reservatório de Itaipu e na sua bacia de contribuição.  Mesmo com a capacidade de produção bastante alta, batendo recordes de geração horária, Itaipu precisa escoar o excedente que não usa para a geração de energia. O vertimento deve continuar pelo menos até a semana que vem inteira.
No Rio Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu, também está chovendo. Ontem, dia 19, a vazão chegou a 3.435 metros cúbicos de água por segundo.  A previsão para os próximos dias é de mais chuvas tanto nas bacias dos Rio Iguaçu quanto do Rio Paraná.
Por causa da elevação de vazão nos dois rios, a Comissão de Cheia da Itaipu foi reativada nesta quarta-feira, dia 18, no final da tarde.  A vazão afluente média ao reservatório de Itaipu nesta quinta-feira, 19, foi de 16 mil metros cúbicos por segundo, com tendência de aumento. Na região da Ponte da Amizade, o nível do Rio Paraná não para de subir e atingiu, nesta quinta-feira, 110 metros.
A cota de alerta de cheia para o local é de 109,9 metros. A previsão para esta sexta-feira é de 112 metros. Com isso, podem ser afetadas 20 moradias no bairro San Rafael, em Ciudad del Este, no Paraguai.

 

CF

Deixe uma resposta