Jordânia encerra roadshow em São Paulo e atrai cerca de 220 operadores

O evento passou por Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte, antes de chegar em São Paulo, encerrando a série de eventos que atraiu uma média de 50 participantes em cada capital

0
Majd Abu Arqub, da Jordan Tourism Borad, entre Renata Rimbano e Gisele Abrahão, ambas da GVA

Nesta quinta-feira, a Jordânia, em parceria com a Global Vision Access (GVA), encerrou sua série de roadshows pelo Brasil. Tendo São Paulo como sua última parada, a iniciativa contou com cerca de 220 participantes, incluindo operadores de Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte.

De acordo com Gisele Abrahão, CEO da GVA, a empresa se encontra em um momento de estudar o mercado brasileiro e, consequentemente, estimar os futuros números, seja de viajantes brasileiros que vão destino ou de tempo de permanência dos turistas na região.

“O Brasil conta com uma aceitação muito boa, respondem a importante parcela de visitantes do destino, mas o que vemos notando é que eles ficam pouco tempo no destino e queremos apresentar todo o lugar, coisa que não pode ser feita em apenas um dia, por exemplo”, destaca a executiva.


LEIA MAIS:
+ Jordânia realizará roadshows pelo Brasil; confira as cidades
+ Embaixadores da Jordânia e Costa do Marfim visitam Gramado e Canela, no RS
+ Alitalia e Royal Jordanian oferecem codeshare

Ainda de acordo com a profissional, nos últimos dez anos, vem sendo notado esse aumento na busca de conhecer a Jordânia. “Isso vem por conta da conexão aérea mais acessível, da própria indústria que vem se modificando, além da própria aposta em divulgação, gerando esse crescimento exponencial no destino”, afirma.

Majd Abu Arqub, gerente de marketing da Índia e a Comunidade dos Estados Independentes da Jordan Tourism Board

Segundo Majd Abu Arqub, gerente de marketing da Índia e a Comunidade dos Estados Independentes da Jordan Tourism Board, o Brasil ainda não está entre os principais mercados do destino. “Atualmente, os principais países que vão à Jordânia são Estados Unidos, seguido por Londres, China e índia. No entanto, o Brasil é um importante mercado e queremos atrair a se aventurar no país”, revela.

Nesta última parada do roadshow, o evento contou com a presença de três TMCs – UTA, Karma House e Two’s Company -, que apresentaram o destino aos presentes e mostraram as vantagens de proporcionar isso aos visitantes. Além disso, como única companhia aérea estava Turkish Airlines, considerada a principal empresa aérea do país.


LEIA TAMBÉM:
- Park City Mountain, em Utah, oferece benefício com Epic Day Pass
- Visit Florida promoverá ação durante WTM Latin America
- Goiás receberá aporte do Sebrae, Embratur e Ministério do Turismo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here