Jordânia: turistas brasileiros aumentam em 50%; saiba mais

Os atrativos incluem roteiros bíblicos, atividades outdoor, imersão cultural e tratamentos de beleza e bem-estar
Petra é um sítio arqueológico no deserto do sudoeste da Jordânia, datado de 300 a.C. Foto: reprodução.

Nesta segunda-feira (13), o Escritório de turismo da Jordânia (JTB) anunciou o aumento de turistas brasileiros no país em 49,9%. Os números se referem ao período de janeiro a dezembro de 2019, comparados ao mesmo período de 2018.

Os dados apontam ainda, o crescimento de 91% entre brasileiros que passam apenas uma noite no país, e 37% na categoria pernoite. Além de Petra, cartão postal do país, os viajantes podem conhecer o Mar Morto, realizar tratamentos com lama negra em spas e realizar roteiros bíblicos.

“Este é um indicativo muito importante para nós, já que mostra que os brasileiros estão procurando cada vez mais conhecer todas as possibilidades e experiências que o país oferece, além de bate e voltas em Petra”, afirma Gisele Abrahão, diretora da GVA, empresa de marketing e comunicação do Escritório de turismo da Jordânia (JTB) no Brasil.

A executiva ressalta ainda, a capital Amã, as ruínas de Jerash, e o deserto de Wadi Rum. Trilhas, escaladas também fazem das atividades desenvolvidas, além dos esportes aquáticos no Mar Vermelho.

“O destino merece uma viagem de no mínimo uma semana, já que há uma enorme diversidade de atrações para diferentes gostos, desde lugares histórico-culturais até atividades de ecoturismo e belezas naturais únicas. E em todas as viagens os turistas experimentam a rica gastronomia local e são recebidos por um povo hospitaleiro”, ressalta Gisele.


Leia mais:
Jordânia tem acréscimo de 124% no volume de brasileiros em novembro
Flot lança pacotes para a Jordânia com guia em português
Ethiopian Airlines expande malha aérea e inicia operação para Jordânia


 

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui