Latam e Delta recebem aprovação brasileira para joint venture

O Joint Venture entre a Latam e a Delta visa potencializar as malhas aéreas oferecidas entre a América do Norte e a América do Sul

Delta Latam

A Delta Air Lines e a Latam acabam de receber do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) no Brasil a aprovação sem restrições para o seu acordo comercial (“trans-American Joint Venture Agreement” ou “JVA”), após a sua aprovação inicial em setembro de 2020.

O JVA busca potencializar as malhas aéreas oferecidas por ambas as companhias aéreas entre a América do Norte e a América do Sul. O acordo Delta-Latam já foi aprovado no Uruguai e segue em tramitação em outros países, incluindo o Chile.

“Esta decisão reforça os benefícios que esse tipo de acordo proporciona aos passageiros e nos permite avançar em nosso compromisso de entregar mais e melhores opções de conectividade da América do Sul com o mundo”, afirma Roberto Alvo, CEO do Grupo Latam Airlines.

“Essa aprovação final no Brasil reforça a nossa missão de oferecer aos clientes desse importante mercado uma experiência de viagem de classe mundial e as opções que eles merecem”, afirma Ed Bastian, CEO da Delta. “No futuro, continuaremos trabalhando com a LATAM para alcançar mais benefícios para nossos clientes e criar a principal aliança de companhias aéreas das Américas.”

A ratificação pela autoridade brasileira respalda o trabalho de ambas as companhias aéreas para oferecer uma rede de benefícios mais ampla e competitiva para os clientes, que incluirá acordos codeshare entre as filiais de ambas as companhias, permitindo a compra de passagens aéreas para uma rede de destinos maior.

Além disso, clientes dos programas Latam Pass e Delta SkyMiles podem resgatar pontos e milhas em ambas as empresas. Haverá conexões mais rápidas no Terminal 4 do aeroporto de Nova York (JFK) e no Terminal 3 do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo e os clientes poderão acessar 35 salas Delta Sky Club nos Estados Unidos e cinco salas VIP da Latam na América do Sul.

Deixe uma resposta