Latam lidera mercado brasileiro pelo terceiro mês, segundo a Anac

Mais eficiente, a Latam tem conseguido ampliar a malha aérea doméstica e a oferta de assentos para atender a retomada das viagens

Tiago Ferreira, Cleber Gil, Camila Beninelli, Diogo Elias e Taísa Macedo (Latam Airlines)
Tiago Ferreira, Cleber Gil, Camila Beninelli, Diogo Elias e Taísa Macedo (Latam Airlines)

A Latam acaba de ser confirmada como a líder de mercado do setor aéreo doméstico brasileiro pelo terceiro mês consecutivo, de acordo com os dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para o mês de outubro, divulgados nesta segunda-feira (22).

Os números apontam que a companhia ampliou a sua liderança no mercado nacional, chegando a 37,8% de participação (em setembro registrou 37,5%). Além disso, a ocupação das aeronaves da Latam nos voos nacionais pulou de 83,9%, em setembro deste ano, para 86,1% em outubro.

Em outubro, mês avaliado pela Anac, a companhia operou 82% da sua oferta doméstica de assentos (ASK) em comparação com outubro de 2019 (período anterior à pandemia).

Se comparado com setembro de 2020, a oferta de assentos dobrou (220%). Ao todo, foram 478 voos nacionais diários, que transportaram 2.251 milhões de passageiros durante todo o mês passado. Em setembro, esse volume havia sido de 2 milhões. Recentemente, a Latam

“A Latam tem ficado cada vez mais atenta aos desejos dos clientes e se prepara para fechar este ano próximo a 100% da malha doméstica e da oferta de assentos recuperadas. Em alguns Estados, a retomada tem atingido níveis superiores se comparado com o ano de 2019, abrindo mais opções de voos e novos trechos para os brasileiros”, afirmou Diogo Elias, diretor de Vendas e Marketing da companhia.

Recentemente, a aérea expandiu o seu acordo de codeshare com a Delta, o que facilitou ainda mais as conexões entre o Brasil e os Estados Unidos.

Deixe uma resposta