Lei Geral do Turismo depende da aprovação do Senado; entenda

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, vai trabalhar junto com representantes do trade turístico na articulação política

0
Os passageiros devem se atentar ás operações de seus voos após as chuvas em São Paulo

Após aprovação na Câmara dos Deputados, a Lei Geral do Turismo agora segue para o Senado. O projeto de lei 2724/15, segundo especialistas do setor, aumenta a conectividade aérea brasileira. Além disso, melhora o ambiente de negócio para o turismo no País.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, vai trabalhar junto com representantes do trade turístico na articulação política. O intuito, segundo ele, é sensibilizar os senadores sobre a importância e urgência da aprovação do texto.

“Permitir que empresas internacionais possam voar no espaço aéreo nacional significa abrir novas rotas, reativar aeroportos. E, o mais importante, gerar empregos, que é a principal vocação do setor”, afirmou. De acordo com o texto aprovado, aliás, as companhias aéreas estrangeiras precisam abrir filiais em território nacional para operar voos domésticos.


LEIA MAIS:
+ CNC entrega proposta de alteração da Lei Geral do Turismo
+ Lei Geral do Turismo: prazo para contribuições termina esta semana
+ Alguém se lembra? Já se vão quatro anos da Lei Geral do Turismo

Situação do setor

Ademais, o Brasil tem uma população de mais de 200 milhões de habitantes e apenas quatro empresas de aviação civil. Juntas, aliás, elas dominam 99% do mercado. A título de comparação, Argentina e Colômbia, portanto, têm o dobro de companhias aéreas.

A abertura do mercado doméstico de aviação e as mudanças na Lei Geral do Turismo são algumas das pautas prioritárias da pasta para o fortalecimento do setor. Após aprovação na Câmara dos Deputados, o texto segue para o Senado. Lá ainda terá que passar nas comissões de Constituição e Justiça e Desenvolvimento Regional e Turismo antes de seguir para o plenário.


Leia também:
MTur lançará campanha focada na isenção de vistos a turistas
MTur propõe a Bolsonaro isenção de vistos para americanos; confira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here