Localiza anuncia sucesso na neutralização das emissões de CO2

Por meio da aquisição de crédito de carbono de uma fábrica em Ituiutaba (MG), a Localiza avança na agenda de sustentabilidade alinhada a ONU

Localiza Meoo

Nesta quarta-feira (3), a Localiza anunciou a compensação de suas emissões de gases de efeito estufa (GEE) referentes a 2019, cerca de 19.540 toneladas de CO2. O resultado foi possível a partir da aquisição de créditos de carbono de uma fábrica de cerâmica de Ituiutaba, interior de Minas Gerais, que substituiu a lenha nativa pela biomassa para alimentação de seus fornos.

Dentro de sua estratégia de ESG, a Localiza assumiu o compromisso de anualmente protocolar suas emissões no GHG Protocol. Desde janeiro de 2020, as medidas relacionadas às emissões de GEE permitiram que a locadora passasse a ser também a primeira empresa do setor de aluguel de carros a integrar o Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3, voltado para as empresas do IBrX-100 – que reúne as 100 companhias com mais ações negociadas na bolsa de valores.

“Com a compensação das emissões, damos mais um passo importante para a mitigação de nossos impactos, além de contribuir para a sustentabilidade de um importante projeto socioambiental do nosso estado. A redução e a neutralização das nossas emissões fazem parte dos nossos temas materiais. Iremos evoluir ainda mais nesse sentido “, afirma Daniel Linhares, diretor executivo de Gente da Localiza.

A neutralização se refere às emissões operacionais da Localiza, dentro dos escopos 1 e 2, que abordam movimentação de frota corporativa, ar condicionado, energia elétrica, transporte de carros entre montadoras, agências e lojas, entre outros. Essa iniciativa acompanha a evolução da Localiza no cumprimento do Pacto Global da ONU, do qual a companhia é signatária desde 2017.

Com o investimento no projeto, estão sendo contemplados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) referentes a energia limpa e acessível; consumo e produção responsáveis; e vida terrestre, uma vez que o projeto da fábrica elimina incentivos para o desmatamento e apoia recuperação de nascentes com plantio de árvores nativas.

Além de neutralizar suas emissões, a Localiza contribui ainda para a diminuição das emissões de GEE de sua operação ao abastecer toda sua frota com etanol; adotar energia solar em parte de suas agências e lojas; substituir equipamentos de alto consumo de energia como por exemplo aparelhos de ar condicionado, por outros mais econômicos; entre outros.

Benefícios compartilhados

A Localiza se tornou parceira institucional, no final de 2020, do Programa Compromisso com o Clima, do Instituto Ekos, instituição responsável por fazer a conexão entre empresas e projetos sustentáveis para compensação de emissões de gases de efeito estufa.

“Nos aliamos a uma instituição de alta reputação para motivar outras empresas a aprimorarem suas ações de responsabilidade climática. As iniciativas viabilizadas pelo Compromisso com o Clima têm essa importante missão de engajamento do setor privado, além da disponibilização de projetos socioambientais que passam por um rigoroso processo de avaliação dando segurança na escolha da forma de compensação”, conta Daniel Linhares. Depois de minuciosa análise, a Localiza decidiu adquirir créditos de carbono da Cerâmica Ituiutaba, fábrica especializada na produção de telhas com 40 colaboradores.

Em 2008, a empresa familiar começou a investir em uma nova matriz energética que substituiu o uso da lenha nativa por biomassa para alimentação dos fornos responsáveis pela queima das telhas. Essa troca gera ganhos imensuráveis para o negócio, o meio ambiente e a comunidade onde a fábrica está inserida: diminui e desestimula a extração de madeira; reutiliza resíduos de outras indústrias – cavaco de pinus e eucalipto, espiga de milho, casca de arroz -; e ainda aumenta a segurança dos colaboradores, que não precisam mais manejar os troncos de lenha.

Os benefícios não são apenas socioambientais, mas também operacionais. Com a mudança da alimentação dos fornos, houve ganho também na eficiência energética: a combustão da biomassa gera resultados melhores que a da lenha. “Com essa mudança, temos um ganho maior de produtividade, de controle de qualidade e ainda geramos menos perda de material”, explica Mário Yunes, sócio-diretor da Cerâmica Ituiutaba.

A venda de crédito de carbono para a Localiza irá possibilitar à fábrica que projetos parados devido à recente queda do setor de construção civil voltem a ser realizados, como o programa de educação ambiental e a horta comunitária mantida pela empresa.

“Com o recurso da Localiza, realizaremos também adequações na nossa planta para melhorar a qualidade de vida dos nossos colaboradores, como novos banheiros e refeitório, além de um investimento no aperfeiçoamento do nosso processo de secagem, que irá diminuir a porcentagem de rachadura nas telhas e consequentemente diminuição de perda de produção”, completa Yunes.

Deixe uma resposta