Los Cabos bate recordes históricos com recuperação de 2022

O Comitê de Turismo de Los Cabos, no México, divulgou dados sobre a recuperação do destino em 2021 e no primeiro trimestre de 2022, registrando novas altas para o turismo regional

Los Cabos
Gabriel López e Diana Pomar, representantes de Los Cabos no Brasil. (Foto - Yan Heiji/Brasilturis)

Nesta terça-feira (19), o Comitê de Turismo de Los Cabos, México, anunciou um crescimento expressivo na sua captação turística. No primeiro trimestre de 2022, foram recebidos mais de 800 mil visitantes, aumento de 13% com relação ao mesmo período de 2019.

A recuperação total já havia sido atingida em 2021, registrando cerca de 2,8 milhões de visitantes. Em 2022, somente em março, foi observado a circulação de cerca de 325 mil turistas, representando crescimento recorde de 18% comparado com o mesmo período pré-pandemia.

  • Los Cabos
  • Los Cabos

Los Cabos disponibilizou, nos últimos sete anos, 6 mil quartos através de suas redes hoteleiras, totalizando 18,5 mil quartos no total da costa. No primeiro trimestre deste ano, os quartos se depararam com uma ocupação média de 70%, onde sete em cada 10 visitantes são hóspedes que já tiveram passagem pelo destino, demonstrando alta retenção de clientes familiares com a região.

O Comitê de Turismo do destino conta com a expectativa de que as reservas persistam fortes durante a primavera, aguardando por um aumento de 11% no mês de abril, 22% em maio e 10% em junho.

Por fim, unindo todos os dados, o grupo afirma que o turismo de Los Cabos expandiu 17% de seu volume no período de 2019 contra 2021, condecorando-o como “principal destino de luxo do México” graças ao seu crescimento 1,5 vezes maior que o ritmo geral do país.

“Como um destino que sofreu muito com a pandemia e as restrições do turismo internacional durante os últimos anos, estamos muito felizes em ver esse enorme crescimento impulsionado por nosso modelo de negócios específico, e a demanda por experiências de viagem autênticas e exclusivas”, afirma Rodrigo Esponda, diretor Executivo do Comitê.

Principais mercados emissores

Em números gerais, foi observado um crescimento de quase 80% na chegada de visitantes internacionais através da aviação privada em 2021 (com relação a 2019), representando 26% de toda a atividade de viagens aéreas. São oito voos diretos do México, 26 rotas operadas nos EUA, sete do Canadá e uma da Espanha, geridas pelas companhias Aeroméxico, United Airlines e American Airlines.

Atualmente, o principal mercado emissor são os Estados Unidos, representando cerca de 98% do total de visitantes estrangeiros em 2021, um crescimento de 5,4% do número de visitas de 2019. Consequentemente, o Aeroporto Internacional de Los Cabos foi aprimorado para expandir a conectividade com os EUA em 30%, totalizando 500 voos semanais entre o destino a 26 cidades estadunidenses.

Agora, a expectativa é de acrescentar outros 1,3 milhão (31,6%) de assentos durante o primeiro semestre de 2022, com destaque a Los Angeles, Phoenix, Houston, Dallas, Denver e Nova York.

Los Cabos e Brasil

Em 2021, o Brasil ficou na 5ª posição de maior mercado emissor para Los Cabos. Para 2022, a meta é de incrementar em 35% o volume de visitantes brasileiros. Confira os cinco principais:

  1. Estados Unidos – 1.642.487 passageiros
  2. Canadá – 913.082 passageiros
  3. Colômbia – 33.675 passageiros
  4. Costa Rica – 2.566 passageiros
  5. Brasil – 1.756 passageiros

Os principais segmentos que receberão o foco do destino, segundo o Comitê, serão: turismo de luxo, segmento de romance, indústria Mice e, por fim, a comunidade LGBT+.

Para isso, o destino pretende fortalecer e formalizar novas parcerias comerciais com agências e operadoras de cada segmento no país, investindo em meios de comunicação especializados e formando laços com formadores de opinião, além de companhias aéreas e outros representantes dos hotéis regionais no Brasil.

Além disso, se comprometeram a realizar mais ações como Sales Blitz, apresentações virtuais e presenciais, capacitações para agentes, eventos com parceiros comerciais e presença nas principais feiras dos segmentos a serem atingidos.

Responsabilidade socioambiental

Por fim, o destino de Los Cabos reforça seu compromisso com o turismo consciente, anunciando dois novos financiamentos: a Taxa de Saneamento Ambiental e a Contribuição “Embrace It”, estabelecidas pela prefeitura da Baixa Califórnia Sur.

A Taxa de Saneamento Ambiental gira em torno de US$ 1,69/dia por quarto, a ser cobrada pelos hotéis, timeshares e meios de hospedagem nos destinos. A arrecadação entrará em vigor em 1º de junho, apoiando novos investimentos do governo em infraestrutura ambiental, práticas sustentáveis, segurança e outros projetos.

Além disso, o reestabelecimento da contribuição “Embrace It” entrou em vigor no começo deste ano: todos os visitantes estrangeiros que permanecem na Baja California Sur por mais de 24h devem contribuir com aproximadamente US$ 20 para apoiar as iniciativas da infraestrutura estadual, projetos sociais e o progresso econômico.

Deixe uma resposta