Machu Picchu Brasil pretende dobrar receitas de vendas neste ano

Por: Priscila Ferraz

Na tarde de hoje, dia 19, o sócio-fundador da Operadora Machu Picchu Brasil, Willian Cavalcante, visitou a redação do Brasilturis Jornal e abordou temas como as principais novidades da empresa, especializada em viagens personalizadas para o destino Peru, e o planejamento de dobrar as receitas de vendas neste ano – em comparação a 2014. “A operadora existe há seis anos e a estruturamos com toda a parte receptiva, equipe local no Peru e consultores de viagem brasileiros que conhecem o destino em seus mínimos detalhes. No escritório do Brasil contamos com oito colaboradores e no Peru seis, que são responsáveis pela parte de receptivo, operacional, reserva e nosso canal de atendimento 24 horas (com idioma português disponível) para qualquer necessidade dos viajantes”, explicou Cavalcante.

 

Com roteiros 100% personalizáveis, a operadora atende desde o segmento econômico até o de luxo, oferecendo diversas possibilidades. “A ideia é que todos tenham atendimento personalizado. Existe alguém para buscar o cliente quando está no aeroporto e sempre uma pessoa que fica responsável, por exemplo, por um casal o tempo todo na viagem. Essa pessoa os leva para o hotel e fala do destino, seus restaurantes, onde encontrar as casas de câmbio, entre outras informações importantes”, disse.

 

Para este ano, Cavalcante e seu sócio Ricardo Cavalcante têm a perspectiva de dobrar as receitas advindas de vendas do ano passado (R$ 5 milhões) e alcançar R$ 10 milhões. “Dentro do período estamos tendo resultado excelente e a previsão é de que cheguemos ou ultrapassemos o previsto”, pontuou.

 

Aumento de turistas


A Machu Picchu Brasil, que começou vendendo bastante para mochileiros, hoje tem buscas de todos os perfis. Segundo o executivo, o destino tem se tornado bastante popular, pois, além de ter um povo acolhedor, conta com estrutura de turismo organizada e grande disponibilidade concentrada de hotéis e restaurantes. A ministra de comércio exterior e turismo do Peru (Mincetur), Magali Silva Velarde-Álvarez, informou recentemente que a chegada de turistas internacionais nos quatro primeiros meses deste ano cresceu 8,4% em relação ao mesmo período de 2014, ultrapassando 1,1 milhão de turistas. O destaque no crescimento vem de muitos países da América Latina, como Equador (com 10,9%), Argentina (com 8,4%), México (com 8,2%), Colômbia (com 7,4%) e Brasil (com 3,7%).

 

Aproximação junto ao trade


Com 100 agências cadastradas e o foco em aumentar a parceria com os agentes de viagens, a operadora investe em participação em feiras voltadas ao trade turístico, como a WTM Latin America, a Avirrp, a Abav Expo e o Festuris. “Estamos fortalecendo o relacionamento com aquelas empresas que têm potencial para comercializar o destino e temos tido bom feedback em relação a todos os nossos diferenciais. Quando fechamos negócio, sempre centralizamos um de nossos consultores para que ele mande bastante informação ao agente, e-books e tudo sobre os destinos”, afirmou. “Temos feito um trabalho de descobrir as necessidades dos agentes para produzir resultados condizentes. Sempre que precisarem de informações ou de treinamento certamente proveremos de alguma forma”, concluiu.

 

 

Priscila Ferraz de Mello

Deixe uma resposta