Map Linhas Aéreas suspende operações até próximo domingo (22)

A companhia Map Linhas Aéreas afirmou que, na próxima sexta-feira (20), o cenário será reavaliado, com possibilidade da suspensão ser continuada

A Map Linhas Aéreas está acompanhando os desdobramentos causados pela pandemia de Covid-19 no mundo, anunciada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, a companhia vem medindo o impacto que vem sendo causado em suas operações.

“Estamos passando por uma queda acentuada na demanda pelo transporte aéreo, com a redução da venda de passagens e o aumento nos pedidos de cancelamento e no-show dos passageiros nos aeroportos”, afirmou a companhia em nota.

A queda na demanda em união com a preocupação com seus passageiros e colaboradores, anunciou a suspensão temporária de todas as operações regulares da companhia, envolvendo não somente as rotas da região Norte, mas também aquelas operadas no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

A suspensão está prevista para ocorrer até o dia 22 de março. A companhia ainda estima que dentro dos próximos meses haverá um cenário de retorno das atividades regulares da empresa. “A Map realizará uma nova atualização de malha na próxima sexta-feira, dia 20”, notifica.

A companhia anunciou, também, que está negociando com os sindicatos a respeito da forma como será reduzida a força de trabalho, a fim de evitar qualquer processo de demissão de colaboradores. “A partir de hoje, também iniciaremos um programa de trabalho home-office para todos os colaboradores que possam manter seu posto de trabalho nessa condição”, informou.

As atividades serão mantidas em seu mínimo durante o período de suspensão das operações e estão mantidas apenas as operações de um contrato de fretamento operado no Norte do País.

Para todos os passageiros que tiveram os voos cancelados, a Map flexibilizou todas as regras tarifárias, facultando a remarcação para qualquer data futura ou mesmo postergando o crédito para uso em viagens futuras. Esses clientes serão contatados pela empresa.

Confira os destinos que tiveram suas operações suspensas:

  • Ponta Grossa-PR
  • São Paulo-SP
  • Ribeirão Preto-SP
  • Bauru-SP
  • Uberaba-MG
  • Belém-PA
  • Altamira-PA
  • Santarém-PA
  • Itaituba-PA
  • Manaus-AM
  • Eirunepé-AM
  • Parintins-AM
  • São Gabriel da Cachoeira-AM
  • Coari-AM
  • Carauari-AM
  • Lábrea-AM
  • Tefé-AM

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui