Maringá Convention Bureau debate retomada do setor na região

A live, que aconteceu na última teça (28), contou com a presença de Jefferspn Nogaroli, que destacou que o setor será um dos primeiros a ver o reaquecimento

“A Retomada do Turismo” foi o tema da live realizada pelo Maringá e Região Convention & Visitors Bureau realizou, nesta terça-feira (28), um bate-papo entre Maria Iraclézia de Araújo, presidente do Convention, João Vitor Mazzer, segundo vice-presidente do Convention, e o Jefferson Nogaroli, chairman na Companhia Sulamericana de Distribuição (CSD), presidente do Sicoob Sul e Agência Terra Roxa, que foi o convidado especial.

A ação surgiu da união e preocupação da diretoria do Convention com o cenário vivido pelo turismo em razão da pandemia da covid-19. O objetivo da live foi promover o debate e fomentar ideias de ações que potencializem o setor e mostrem novos caminhos para a retomada. A videoconferência reuniu lideranças e dezenas de empresas do trade turístico, mais de 70 participantes.

Durante a live, Nogaroli destacou a importância da união da sociedade civil em prol do desenvolvimento de uma cidade. “Todas as regiões onde a sociedade civil busca soluções em conjunto, saem na frente e saem melhor. O que fortalece uma economia é a capacidade de mobilização de suas lideranças. Temos que trabalhar juntos, o melhor futuro é aquele que a gente planeja e idealiza”, afirmou o empresário.

Segundo Nogaroli, é preciso ter cautela na retomada, pois as atividades só voltarão ao normal quando as pessoas se sentirem seguras. “Não adianta ter data para reabertura se as pessoas não têm confiança para frequentar os lugares. Precisamos trabalhar o cuidado e a segurança com as pessoas, para que o retorno gradativo seja efetivo”, disse.

Nogaroli ainda mencionou que o setor é um dos que sofreu primeiro os impactos e será um dos últimos a retornar. Para driblar essa crise, destacou a necessidade de incentivos fiscais e linhas de crédito para o setor, e a importância do planejamento financeiro. “O papel das entidades ligadas aos setores da economia é ensinar o empresário a trabalhar tendo crédito, mesmo que não use, para que em uma eventual crise, o recurso esteja aprovado”, declara.

Os projetos do Eurogarden continuam em andamento apesar da crise, informou o empresário. “A crise vai passar e as pessoas vão sair desse momento com vontade de viver, vontade de estar junto e conviver. As pessoas querem experiências”, disse Nogaroli, destacando que a cidade vai ganhar “um contorno e envergadura para turismo muito maior do que já tem hoje com o Eurogarden”.

“É sempre muito enriquecedor ouvir uma referência como Jefferson Nogarolli, uma liderança visionária que sempre fez, faz e ainda fará muito em prol do desenvolvimento de Maringá. Que o nosso recomeço, o nosso se reinvertar, possa ser uma oportunidade de aprender e colocar em prática o que podemos fazer como empreendedores”, Maria Iraclézia.

A mediação da live teve apoio de Michael Tamura, vice-presidente para assuntos de Planejamento Estratégico do Convention.


Deixe uma resposta