Marketing… O que é o que é?

0
marketing

No meio de tantos vocábulos, talvez a palavra marketing (do inglês “market”) esteja entre aquelas mais usadas no mundo dos negócios. O conceito teria, provavelmente, origem no latim “mercatus” que, por sua vez, poderia advir do verbo “mercari/mercare” cujo significado seria o ato de negociar ou abordar a prática de compra e venda. Alguns etimologistas sugerem uma eventual raiz no latim “merx”, nome atribuído ao objeto a ser comercializado, ou seja, à própria mercadoria.

Hoje o termo se internacionalizou e é utilizado, praticamente em todos os idiomas, para tentar explicar e/ou definir uma série de medidas recomendadas e/ou necessárias para comercializar e/ou vender, de maneira bem sucedida, um determinado produto (tangível ou intangível) e/ou um serviço ou, até, um conceito/ideia. Para alguns entendidos no assunto, marketing não se constitui numa ciência, mas num processo que visa estabelecer qual é o melhor comportamento e/ou a melhor forma de se posicionar frente a um mercado específico.

Num texto complexo, poderíamos explicar o conceito dizendo que o mesmo trata da adequação de um produto e/ou serviço às autênticas necessidades e/ou exigências apresentadas e demonstradas pelos seus virtuais consumidores, desenvolvendo, de forma lucrativa, paralelamente (com o auxílio de eficazes pesquisas e estudos sobre o mercado no qual se pretende atuar), ações e mecanismos estrategicamente planejados que venham a possibilitar a divulgação, a promoção e a expansão das vendas, a ampliação do número dos seus usuários e a facilidade de acesso ao produto e/ou serviço pelos eventuais interessados.

Tudo isso acrescido do constante cuidado para tentar garantir, aos clientes conquistados, a plena satisfação no uso do produto adquirido e/ou do serviço utilizado. E, claro, sempre buscando oferecer a estes mesmos usuários o melhor equilíbrio entre preço e qualidade, assim como retorno entre custo e benefício.Eu acrescentaria, também, outro enfoque sobre o significado do conceito.

Diferenciaria os processos de venda e de marketing dizendo que: enquanto, no processo de venda, o comerciante vai em direção ao seu possível comprador, no marketing o processo é invertido, fazendo o virtual usuário vir àquele que tem o produto e/ou serviço a ser comercializado. Em outras palavras, marketing não é o saber vender, mas como fazer um virtual usuário comprar. É uma visão que, apesar de simplista, talvez permita entender a força do marketing no moderno mundo dos negócios, mesmo que de forma rebuscada.

Como na maioria das atividades comerciais, o marketing é também aplicado no mundo das viagens e do Turismo: destinos, operadores receptivos e emissivos, agentes e consultores de viagens, transportadores aéreos / marítimos e terrestres, fornecedores de produtos e serviços diversos direta e/ou indiretamente ligados aos interesses dos viajantes e turistas, entre outros, se beneficiam das mais modernas técnicas de marketing para divulgar, promover e vender os seus produtos e serviços.

Vale lembrar que há o marketing tradicional / convencional, marketing digital, marketing neural, marketing social, telemarketing, marketing direto, marketing pró-ativo, co-marketing, marketing estratégico, marketing operacional, marketing de fidelidade e marketing pessoal, entre outras centena de terminologias, especificações e nomenclaturas que são criadas e/ou  inventadas todos os dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here