Mastercard permite pagamento por aproximação em transportes públicos de SP

Com essa novidade, os turistas poderão usar o transporte público da cidade sem ser preocupar em ter que trocar dinheiro ou comprar passagens antecipadamente

0
(Foto: Ana Azevedo)

A Prefeitura de São Paulo, em união com a Mastercard, vai participar da estreia, neste mês, de um projeto piloto de pagamento por aproximação nos ônibus da cidade paulista. Com essa novidade, as tarifas podem ser pagas apenas aproximando cartões de crédito, débito e pré-pago, smartphones, smartwatches ou pulseiras de pagamento no validador, democratizando e simplificando o trajeto para os mais de dois milhões de turistas estrangeiros.

Na primeira fase, a tecnologia será embarcada em, aproximadamente, 200 ônibus municipais, que operam em 12 linhas de São Paulo. Além de disponibilizar novos métodos de pagamento com os cartões, a ferramenta também vai permitir os usuários a utilizarem carteiras digitais por meio de smartphones, pulseiras e smartwatches habilitados com comunicação de campo próximo (NFC).

Confira as linhas participantes:

  • 2590/10 — Pq. D. Pedro II/União de Vl. Nova
  • 4031/10 — Metrô Tamanduateí/Pq. Sta. Madalena
  • 6030/10 — Term. Sto. Amaro/Unisa-Campus 1
  • 917M/10 — Metrô Ana Rosa/Morro Grande
  • 2002/10 — Term. Bandeira/Ter. Pq. D. Pedro II
  • 715M/10 — Lgo. da Pólvora /Jd. Maria Luiza
  • 908T/10 — Butantã/Pq. D. Pedro II
  • 9300/10 — Ter. Pq. D. Pedro II/Ter. Casa Verde
  • 9500/10 — Pça. Do Correio/Term. Cachoeirinha
  • 5129/10 — Term. Guarapiranga/Jd. Miriam
  • 807M/10 — Shop. Morumbi/Term. Campo Limpo
  • 675R/10 — Metrô Jabaquara/Grajaú

LEIA MAIS:Decolar: São Paulo é o principal destino dos brasileiros em agostoEquipotel 2019 se inicia em São Paulo; geração de negócios é fomentadaVirgin Atlantic traz sofisticação e flexibilidade na rota São Paulo-Londres

Ao ampliar as opções de pagamento no transporte público, São Paulo entra em um ranking de cidades, como Nova York, Londres, Sydney e Miami, que trabalham para facilitar a vida de moradores e turistas. Esse é o objetivo de João Pedro Paro Neto, presidente da Mastercard para o Brasil e Cone Sul.

“A tecnologia de pagamento por aproximação trará agilidade e praticidade para a cidade, já que é cerca de dez vezes mais rápida que o pagamento em dinheiro. Agora até os turistas poderão usar o transporte público da cidade sem se preocupar em ter que trocar dinheiro ou em comprar passagens antecipadamente”, complementa o executivo.

Ainda de acordo com o profissional, em Londres, onde o sistema foi integrado em 2014, o pagamento por aproximação responde por uma parcela de 55% das viagens realizadas no metrô, um dos mais movimentados do planeta nos horários de pico. “Ao todo, são mais de 21,6 milhões de viagens por semana usando pagamentos por aproximação. Isso representa uma economia de mais de 100 milhões de euros por ano”, destaca.

Em Jundiaí, em São Paulo, a tecnologia foi instalada em 2017, permitindo que os passageiros pagassem com cartões e vestíveis apenas encostando nos validadores. Além disso, o sistema foi implementado pela Mastercard nos trens do Rio de Janeiro.


Leia também:
– IHG realiza 2ª edição do Commercial Exchange Roadshow em São Paulo
– São Paulo supera meta e alcança 503 novos voos após redução do ICMS
São Paulo mais conectada para o Turismo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here