Megafam Orlando: Kennedy Space Center surpreende os participantes

Victor Manjares e Juanita Ariza em frente ao ônibus espacial Atlantis

Por Camila Lucchesi, de Orlando (EUA)

Mais do que um “museu da Nasa”. Essa foi a conclusão dos 36 agentes e operadores que participam do Super Destination Orientation, megafam promovido pelo Visit Orlando, após a visita ao Kennedy Space Center. Eles foram recepcionados por Victor Manjares e Juanita Ariza, respectivamente presidente e gerente regional da TM Latin America, empresa que representa o atrativo no Brasil. “Mais do que um lugar operacional, o complexo mostra a história da Nasa de forma divertida e não somente técnica. É um espaço para comemorar as conquistas do passado e também para vislumbrar as oportunidades do futuro”, afirmou Manjares.

Durante um dia inteiro, os agentes se divertiram entre simuladores, vídeos, réplicas e naves originais que pipocam pelas diversas galerias. A começar pelo ônibus espacial Atlantis, que viajou 33 vezes ao espaço, e está lá, dando as boas-vindas aos visitantes. “Muito se engana quem pensa que se trata de um atrativo voltado apenas aos norte-americanos, já que mais da metade dos visitantes do complexo é formada por estrangeiros. O Brasil está no top 3 entre os mercados importantes em nível mundial”, explicou o executivo.

Ele destacou a necessidade de reservar pelo menos um dia para conhecer o complexo. “As pessoas precisam deixar de lado a ideia de visitação durante os anos 1990, quando era possível conhecer tudo em apenas duas horas”, lembrou, reforçando que o ideal mesmo é dedicar dois dias inteiros para visitar o local.

Antes de um treinamento sobre as novidades, os agentes participaram do almoço com o astronauta, programa que é vendido à parte e deve ser agendado com pelo menos um mês de antecedência. Durante cerca de 30 minutos, o astronauta Mike Foreman explicou as rotinas dos homens que viajam ao espaço, com atenção especial à alimentação. “Comemos de tudo, inclusive bacon e chocolate. Tudo é armazenado desidratado e reidratado a bordo”, disse o astronauta que ficou na ativa por 17 anos. Sal e pimenta? Também estão disponíveis, mas de forma líquida.

NOVIDADES PARA 2018

O complexo que fica a uma hora de Orlando prepara novidades para 2018. A começar pelo novo ATX Mars, sigla para Astronaut Training Experience, que estreia em fevereiro com proposta de novos desafios espaciais. A atividade é coordenada em grupos de 24 a 72 participantes e tem duas horas de duração.

No mesmo mês, o complexo também oferecerá o Mars Base 1 (MB1) que leva o participante para Marte, em uma experiência imersiva em imagens reais do planeta vermelho – com direito a simulação de emergência no centro de operações, experimentos no laboratório de espécies vegetais e programação básica de robôs no laboratório de engenharia. Também voltado a grupos, o atrativo propõe uma série de desafios para desenvolver habilidades como trabalho em equipe, comunicação e colaboração. É voltado a grupos entre 16 e 72 participantes e acontecerá das 9h15 às 16h05, com pausa para almoço.

Atualmente, segundo Juanita, cinco operadoras brasileiras vendem os tíquetes de admissão ao parque: Abreu, CVC, Latam Travel, RCA e Trend. Em breve, a Azul Viagens também passará a fazer a venda direta aos agentes.

Viagem a convite do Visit Orlando, com apoio da Copa Airlines e seguro-viagem Affinity

Deixe uma resposta