Meliá amplia portfólio da bandeira Innside e aposta em novo conceito

Além de remodelações para a bandeira Innside by Meliá, a rede está apostando no conceito Affiliated by Meliá, com serviços do padrão da marca

Meliá
Fernando Gagliardi, diretor de vendas e marketing da Meliá Hotels

A Meliá Hotels International foi uma das redes hoteleiras que esteve presente da WTM Latin America, que ocorreu entre os dias 10 e 13 de agosto. O grupo aproveitou o momento para apresentar algumas de suas novidades e, segundo Fernando Gagliardi, diretor de Vendas da Meliá para a América do Sul, são muitas.

Uma delas é a Innside by Meliá, bandeira que nasceu na Europa. Lima, no Peru, foi o primeiro destino da América Latina a receber a marca. No Brasil, a bandeira debutou em São Paulo, no Itaim Bibi, zona oeste da capital paulista. “Mudamos a marca, o nome e a estrutura do hotel, que agora é mais moderno, ideal para o perfil mais descolado. Esta é a intenção. Ser um empreendimento mais friendly, atualizado, com espaços amplos e de compartilhamento”, comente o diretor.

A marca tem conquistados os clientes e, por isso, a Meliá vai realizar mais um rebrand em São Paulo. O próximo empreendimento a se tornar Innside by Meliá é o Tryp São Paulo Iguatemi Hotel ainda este ano. “Já temos tudo acertado. Vamos receber um investimento e dar as boas-vindas ao terceiro hotel da bandeira Innside da América do Sul. Começaremos com as revitalizações nas áreas comuns e apartamentos. Não todos, será um rebrand contínuo”, detalha Gagliardi, que também adianta que mais quatro hotéis devem entrar neste processo.

Outra novidade detalhada pelo executivo é o Affiliated by Melia, que Gagliardi não nomeia como uma marca, mas como um conceito. “Colocamos à diposição dos hotéis uma gama de serviços e o empreendimento pode escolher os serviços que a Meliá oferece relacionados a vendas, marketing, distribuição e serviços técnicos. É um à la carte que damos para que a propriedade se encaixe nos nossos padrões”, declara, citando Tryp Tatuapé como exemplo deste conceito.  

Meliá e o mercado

A Meliá aproveitou a pandemia para estreitar seus laços com o mercado, conforme destaca o diretor, visando manter viva a comunicação. “Oferecemos muita informação e conteúdo, justamente para tentar amenizar as perdas que os agentes de viagens passaram. Demos oportunidade e isso tudo repercute bem. Queremos ficar mais próximos dos profissionais, pois entendemos que que está ali, ao lado, vai pra frente. É uma relação de ganho a ganho e que nos posiciona bem nos negócios”, afirma.

Para que essa relação continua firma, a rede, além de apresentar informação, também lança constantemente programas que premiam aqueles que prestigiam os produtos da Meliá, como é o caso do Earn & Grow, ação de troca de pontos por prêmios para vendas realizadas nos empreendimentos do Caribe. “O que a gente puder fazer para fidelizar, a gente faz. É o conceito de vender e ser retribuído”, comenta.

Retomada

Na visão de Fernando Gagliardi, as coisas estão retomando e, consequentemente, é notável o incremento nos hotéis – alguns superando em 50% a ocupação, dependendo da localização. “O ano foi um pouco completo. Imaginávamos que em janeiro e fevereiro tudo estava melhorando, mas veio a segunda onda e tivemos um retrocesso muito grande. O reaquecimento veio novamente a partir de maio”, avalia.

Para o ano que vem, a rede está desenvolvendo seu novo planejamento e traçando objetivos. “Esperamos que seja um ano de contínuo crescimento”, estima. Além da WTM Latin America, a rede estará presente na Abav, que ocorrerá entre os dias 6 e 8 de outubro, no Centro de Convenções do Ceará. Também está prevista a participação no FIT, em Buenos Aires.

Deixe uma resposta