Meliá triplica lucro líquido no 1° semestre

Por: Priscila Ferraz

A Meliá Hotels International apresentou resultados positivos no primeiro semestre deste ano. A companhia gerou 20,3 milhões de euros (aproximadamente R$ 76 milhões) em lucro líquido, triplicando o valor alcançado no mesmo período no ano passado. A empresa completou também a marca de 19 trimestres consecutivos com melhorias no Revpar, a métrica mais importante na indústria hoteleira atual. 

 

Os índices financeiros da Meliá registram crescimento de 19,2% nas receitas totais, chegando a 839 milhões de euros (cerca de R$ 3,1 milhões), e crescimento de 22,1% no ebitda subjacente, indicador que mostra a geração de lucros antes dos juros, impostos, depreciação e amortização. O ebitda sobe, ainda, para 43% se incluir o capital gerado pela venda de ativos durante o período.

 

A empresa atribui os resultados a diversos fatores, como o enfoque do grupo em relação às receitas, a estratégia de distribuição direta e fidelização dos hóspedes pelo programa MeliáRewards, assim como os programas de renovação e rebranding de seus hotéis. Além disso, contribuiu a evolução positiva nos principais mercados emissores europeus e americanos, além do efeito favorável da valorização do dólar e da libra esterlina.

 

A Meliá revela clara recuperação das margens de lucro, que, com crescimento global de 323 pontos básicos, melhoraram em todas as áreas de negócio e deram impulso à redução da dívida líquida, que permitirá cumprir o objetivo de seguir baixando os custos de financiamento.

 

Em geral, os resultados financeiros melhoraram 45% no período, graças à confluência da redução da dívida e os custos financeiros em mais de 80 pontos básicos. A geração de fluxo de caixa livre aumentou 30 milhões de euros (aproximadamente R$ 112 milhões) em relação ao primeiro semestre de 2014.

 

Vale ressaltar também a importância da abertura de novas unidades da marca em nível global. Entre janeiro e junho, a Meliá inaugurou nove hotéis, entre eles Meliá Doha, ME Milan Il Duca e Meliá Paris La Defense. Além disso, a companhia segue incorporando projetos em Cuba com a assinatura de um novo Meliá em Varadero. Há, neste momento, 61 hotéis em processo de início de funcionamento, sendo que 14 deles abrirão as portas ainda este ano. No total, o portfólio da Meliá apresenta 377 unidades (cerca de 98 mil apartamentos).

 

“Os resultados até junho confirmam o desempenho positivo de nosso negócio hoteleiro em nível internacional, que recolhe os frutos da recuperação econômica e de nossa estratégia comercial acertada nas principais capitais europeias – e muito especialmente na Espanha”, afirmou o vice-presidente e CEO da Meliá Hotels International, Gabriel Escarrer. “De olho no futuro, nosso grupo trabalha em um novo plano estratégico 2016-2018 que nos permitirá seguir liderando um setor em constante transformação, tanto no âmbito de férias como no de novos hotéis urbanos, e avançar na digitalização da empresa”, finalizou.

 

 

PF

Deixe uma resposta