Mercedes lança nova Classe B no Brasil

Por: Marcelo Alexandre

A Mercedes-Benz lançou no Brasil a nova Classe B, que faz parte de uma nova geração de carros compactos desenvolvida pela marca. Esse modelo representa uma nova era tecnológica para os automóveis compactos da Mercedes-Benz com tração dianteira, identificada pelas iniciais NGCC (de New Generation of Compact Cars, nova geração de carros compactos). As versões que chegam ao Brasil – B 200 Turbo e B 200 Turbo Sport – trazem motor a gasolina de quatro cilindros com injeção direta e turbocompressor, além de uma nova transmissão de sete velocidades com dupla embreagem e novos sistemas de assistência.

A nova Mercedes-Benz Classe B é mais larga e tem distância entre-eixos maior do que a versão anterior. Isso foi possível graças ao reposicionamento do motor, mais à frente do eixo dianteiro. Já a altura total é ligeiramente menor. A nova Classe B ganhou mais espaço interior. O porta–malas oferece 488 litros, um espaço muito maior do que o oferecido em alguns utilitários esportivos e que reforça a vocação versátil da nova Classe B.

Um coeficiente aerodinâmica foi reduzido para 0.26, o que coloca a nova Classe B na vanguarda de seu segmento de mercado. Com esse novo coeficiente, é possível economizar 1,6 litros de combustível a cada 100 km rodados, da redução de 6% no ruído interno do veículo em comparação ao seu antecessor.

Agora, a posição dos assentos é mais ereta. Ao mesmo tempo, o espaço para a cabeça foi melhorado. Com espaço livre de 10,4 cm na frente, a nova Classe B está entre os carros mais espaçosos de seu segmento também nesse aspecto.

O painel de instrumentos tem acabamento em couro sintético. As três grandes saídas de ar redondas no meio com design inspirado nas turbinas de caças a jato, adicionam mais um atributo esportivo ao novo modelo. Existe também uma tela colorida (TFT) do display multifuncional sobre as entradas de ar. Outros detalhes são volante de direção de três raios revestido em couro com um elemento cromado em prata no raio do meio; o painel de instrumentos com quatro mostradores analógicos dotados de ponteiros suspensos e bancos com costuras contrastantes.

A versão B 200 Turbo Sport possui revestimento do teto na cor preta e os bancos são revestidos em couro sintético Ártico, que trazem costura contrastante no volante e descansa braços e pedais em aço escovado. A versão B 200 Turbo Sport traz outros diferenciais externos, como faróis bi-xenônio com lanternas em LED, grade dianteira com dois frisos transversais em prata com acabamento em preto brilhante, espelhos retrovisores externos também em preto brilhantes, difusor traseiro e ponteira dupla do escapamento cromada; rodas de liga leve com 18 polegadas e discos de freios perfurados com pinças pintadas de cinza.

Entre as novidades está o novo motor a gasolina e nova e transmissão robotizada, desenvolvidos pela Mercedes-Benz. O processo de desenvolvimento simultâneo a implantação da função start/stop ECO que vem de série em todos os modelos da Classe B.

O motor a gasolina de quatro cilindros faz parte de uma série nova de motores. A construção do motor é totalmente em alumínio, reduzindo o peso para apenas 137 kg. Ele conta com o sistema de injeção direta de terceira geração da Mercedes-Benz, que foi adotado inicialmente nos motores V6 e V8 BlueDIRECT. Com 1,6 litro e auxiliado por sistema turbinado, o motor gera 156 cavalos de potência máxima e torque máximo de 250 Nm, disponível a partir de 1.250 rpm. O conjunto permite uma aceleração até 100 km/h de 8,4 segundos e a velocidade máxima é de 220 km/h limitada eletronicamente.

A nova Classe B vem equipada com a nova transmissão de dupla embreagem 7G-DCT. Compacta, ela permite aproveitar ao máximo as características do motor. O sistema de dupla embreagem faz as trocas de marchas incrivelmente rápido sem quaisquer interrupções na força de tração, combinando o conforto de uma transmissão automática com a eficiência de uma manua. O motorista também  pode fazer trocas manuais pelos shift paddles localizados junto ao volante. A transmissão conta também com uma bomba de óleo elétrica, necessária para a função start/stop – equipamento de série – que desliga o motor quando o carro é imobilizado. O sistema dá a partida automaticamente assim que o pedal do freio é liberado e o condutor volta a acelerar o carro.

A alavanca de câmbio da nova Classe B foi substituída pelo sistema Direct Select, que permite a operação de funções por meio de uma haste posicionada atrás do volante. Essa medida, em conjunto com a adoção de freio de estacionamento com acionamento elétrico, libera uma grande área no console central, que foi convertida em porta-objetos.

A Mercedes-Benz está implantando pela primeira vez na Classe B a última geração do programa eletrônico de estabilidade – o ESP9. Esse sistema um complexo modo de frenagem para contrabalançar a tendência do carro sair de traseira ao fazer curvas em alta velocidade. O sistema ainda gera impulsos no volante, que ajudam o motorista a controlar o carro nessas situações. Motoristas menos experientes, serão advertidos a tempo sobre os limites físicos envolvidos na condução.

A direção eletromecânica da nova Classe B tem nova configuração. A direção elétrica atua de forma progressiva, aumentando a resistência do volante à movimentação à medida que a velocidade do carro aumenta. O sistema eletromecânico de direção também contribui de para reduzir o consumo de combustível, pois a função de auxílio à direção só requer energia quando o volante é movimentado. A versão Turbo Sport conta com o recurso da direção direta, que modifica o raio de voltas necessárias no volante. Em baixas velocidades, o condutor precisa girar menos o volante para mover as rodas. Em altas velocidades, precisa de mais movimentos, suavizando efeitos bruscos e melhorando a segurança.

Um importante sistema de segurança de série é o ATTENTION ASSIST, que detecta mudanças de comportamento do condutor possivelmente causadas por sonolência e sugere uma parada para descanso. Esse equipamento pode ajudar a evitar muitos acidentes nas estradas causados pela fadiga do motorista. Também equipamento de série é o aviso eletrônico da eventual perda de pressão dos pneus.

Outros sistemas de assistência que foram adotados na Classe B incluem Adaptive Headlamp Assist (ajuste automático de altura dos faróis), Brake HOLD function (que mantém o freio acionado sem necessidade de pressionar o pedal até que o carro seja reacelerado) e Hill Hold function (que evita que o veículo recue ao arrancar em uma subida).

A versão B 200 Turbo Sport possui também o Active Park Assist, auxiliar de estacionamento que, além de entrar em vagas longitudinais (baliza), possibilita sair da vaga também automaticamente, caso tenha entrado na vaga com o assistente.

A nova Classe B será comercializada no Brasil com os preços públicos de R$ 115.900 (B 200 Turbo) e R$ 129.900 (B 200 Turbo Sport).

Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação

Deixe uma resposta