Mercedes-Benz e a rede social para automóveis

Por: Jorge Augusto

As redes sociais tornaram-se uma forma importante de trocar informações de maneira rápida. Agora, um dos maiores testes de campo já realizados na área de comunicações entre veículos, denominadoC2X, está pronto para demonstrar que este conceito pode ser utilizado para aumentar a segurança trânsito. A experiência consiste de 120 veículos que irão rodar nas estradas da região do Rhine-Main, na Alemanha, até o final do ano.

 

Cada carro é ligado por um sistema de comunicação aos outros participantes da rede. Cada veículo irá manter os outros atualizados sobre a situação do trânsito a cada momento. Por exemplo, se o final de um engarrafamento na autoestrada A5 estiver atrás de uma colina, os veículos que se aproximarem da área problemática poderão receber um aviso antecipado, permitindo que o motorista decida se deve procurar uma rota alternativa.

 

Em outras situações onde os motoristas têm dificuldade em ver o que está acontecendo na estrada à sua frente, a tecnologia C2X pode ajudar a evitar colisões traseiras e engavetamentos, informando sobre uma freada de emergência a quem vem mais atrás, mesmo que o motorista não possa ver as luzes de freios sendo acionadas.

 

Os sistemas C2X também podem contribuir um pouco para tornar o trânsito mais eficiente e, menos prejudicial ao meio ambiente, ajudando a controlar os semáforos de acordo com a demanda, otimizando o fluxo dos automóveis. Além disso, podem oferecer várias outras funções, como sugerir o melhor caminho até o estacionamento mais próximo que tiver vagas disponíveis. Isto torna a comunicação entre os carros um elemento chave na tecnologia da assistência aos motoristas e sistemas de segurança do futuro.

 

O objetivo da experiência de campo recém iniciada é testar a adaptabilidade dos sistemas para uso diário em condições de trânsito reais. Essas experiências fazem parte do projeto de pesquisas denominado sim, encabeçado pela Daimler AG. O nome sim corresponde às iniciais de Safe Intelligent Mobility, ou Mobilidade Inteligente Segura. A comunicação C2X permite detectar objetos e situações perigosas muito além da área próxima do veículo. O projeto sim é resultado da colaboração entre fabricantes alemães de automóveis, fornecedores da indústria, empresas de comunicações, institutos de pesquisas e o setor público.

 

A Daimler também realiza pesquisas sobre comunicação C2X nos Estados Unidos. Em sua sede em Palo Alto, na Califórnia, está adaptando sistemas C2X a veículos e realizando testes. A pesquisa nos Estados Unidos permite que a Daimler, uma das maiores fabricantes de automóveis do mundo, aborde as necessidades específicas do mercado americano em comunicação entre veículos e a atingir o maior nível de harmonização tecnológica possível.

 

Além de sua participação no projeto sim e sua pesquisa baseada nos EUA, o forte apoio da Daimler para as comunicações C2X é evidente por seu longo envolvimento em outros projetos da área. O grupo iniciou projetos de pesquisa de suma importância, como o NoW (Network on Wheels – rede sobre rodas) e o Fleetnet, cujos resultados foram incorporados nos atuais testes da C2X e sua padronização. Além disso, a Daimler é um dos membros fundadores do CAR 2 CAR Communication Consortium (C2C CC – Consórcio de Comunicações Carro a Carro) e trabalha para a harmonização de sua tecnologia na Europa com o projeto DRIVE C2X.

Deixe uma resposta