MG cresce 27,6% no número de empresas registradas no Cadastur

De acordo com Flávia Ribeiro, da Secult, o Cadastur teve um aumento significativo na procura devido à pandemia causada pela Covid-19

De acordo com o Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG), houve o crescimento de 27,6% no número de registros do estado no Cadastur de entre 2018 e 2019. No ano passado, foram 1.936 cadastros e o número de municípios mineiros com pelo menos um empreendimento registrado chegou a 742, um crescimento de 86,9% das cidades de Minas Gerais.

De acordo com Flávia Ribeiro, superintendente de Políticas do Turismo da Secult, o Cadastur representa a formalização das empresas, além de ser a garantia de que elas estão operando de acordo com a legislação.

“Isso é essencial para o acesso a linhas de crédito, por exemplo. Vale ressaltar que os benefícios liberados ao setor em decorrência da pandemia da Covid-19 também exigem que o cadastro dos prestadores esteja ativo e regular. Diante disso, já constatamos aumento na procura do cadastro em Minas Gerais desde a divulgação de tais benefícios”, pontuou.

Outras vantagens são a oportunidade de qualificação por meios dos projetos oferecidos pelo Ministério do Turismo (MTur), oportunidades de negócios e acesso a mercados nacionais e internacionais, credibilidade pela formalização e operação de acordo com a legislação brasileira e informações e apoio por meio de ambiente de negócios online restrito a prestadores que estão no cadastro regular.

Cadastur: como cadastrar

A solicitação é gratuita neste link. É necessário pertencer a uma das 15 atividades cadastráveis junto ao MTur, sendo sete obrigatórias e oito de cadastro opcional. São elas

Obrigatórias:

  • Acampamento turístico
  • Agência de turismo
  • Guia de turismo
  • Meio de hospedagem
  • Organizadora de eventos
  • Parque temático
  • Transportadora turística

Opcionais

  • Casa de espetáculos e equipamentos de animação turística
  • Centro de convenções
  • Empreendimento de entretenimento e lazer & parque aquático
  • Locadora de veículos para turistas
  • Empreendimento de apoio ao turismo náutico e à pesca desportiva
  • Prestador especializado em segmentos turísticos
  • Prestador de infraestrutura de apoio para eventos
  • Restaurante, cafeteria, bar e similares

A Secult é responsável pela análise e homologação do processo de cadastro. O certificado fica disponível no cadastro do empreendimento com validade de dois anos, com exceção para guias de Turismo, que contam com validade de cinco anos.


Deixe uma resposta