Miami celebra recorde de brasileiros

Por: Carolina Maia

Uma cidade que se reinventa a cada dia, e oficialmente chamado de “Greater Miami and the Beaches”, o destino oferece uma mistura fascinante de elegância urbana e cultura do estado americano da Florida. Com temperaturas altas durante todo o ano, as águas cristalinas da Baía de Biscayne são o pano de fundo desta metrópole cosmopolita que vibra com sua população multicultural. Com atributos intermináveis, o destino arrebatou os brasileiros. No ano passado, segundo o vice presidente executivo e CMO do Greater Miami Convention & Visitors Bureau, Rolando Aedo, o destino recebeu 690 mil viajantes do Brasil, tornando-se o mercado emissor número um para Miami, à frente de países como o Canadá. “O país também foi o campeão em gastos em 2012, desembolsando nada menos do que US$ 1.492.882.000”, destaca Aedo.

Localizada no cruzamento da América Latina, Miami é um destino atraente aos viajantes da América do Sul. A cidade é igualmente popular entre os europeus, canadenses e americanos, graças a voos diretos, grandes rodovias e uma variedade de acomodações sofisticadas e atrações para todos os estilos de vida. Algumas áreas, como a de South Beach e Art Deco District, são de renome internacional, enquanto outros pontos menos badalados, como Coral Gables, Little Havana e Coconut Grove, aguardam os intrépidos exploradores que viajam pela cidade. Além disso, sempre na vanguarda da vida noturna, bares e restaurantes pop up estão se tornando mais populares, como o Broken Shaker no Hotel Indian Creek.

Outras áreas de Miami Beach como Art Deco District e suas ofertas gastronômicas continuam entretendo os visitantes. O Eden Roc e o Fontainebleau, hotéis que colocaram a cidade no mapa durante os anos de 1960, passaram por recentes reformas, assim como os bairros de Surfside funky e North Beach, que encantam os turistas pela sua oferta de serviços e fácil acesso à praia. Por sua vez, o Downtown Miami é um centro de negócios e de finanças internacional, com torres de escritórios ultramodernos e condomínios que revestem a Brickell Avenue.

Os amantes da cultura jovem frequentam o Centro de Adrienne Arsht de Artes Cênicas de Miami Dade County, o maior edifício de artes da Flórida. O centro, ainda, abriga o Florida Grand Opera e o Miami City Ballet que recebem eventos internacionais. Em tamanho, é o segundo dos EUA, apenas atrás do Lincoln Center, de Nova York. Já o Design District, burburinho das principais lojas de grife, inaugurou recentemente as flagship da Cartier, Tom Ford, Zegna e Burberry. Em breve, o bairro contará com marcas ícones, como Christian Dior, Fendi, Bulgari, Pucci, De Beers, Celine e Marc by Marc Jacobs.

Seguindo essa atmosfera jovem, Wynwood abriga mais de 100 galerias e as surpreendentes paredes de Wynwood, um museu ao ar livre dedicado a murais urbanos de museus contemporâneos de qualidade. A ideia, surgida em 2009 com uma colaboração dos artistas Jeffrey Deitch e Goldman Tony, atualmente expõe 40 murais elaborados por artistas do mundo todo. As paredes são apresentadas ao público gratuitamente e podem ser apreciadas de perto a partir do terraço ao ar livre da cozinha do Goldman Wynwood & Bar.

 

CM

Deixe uma resposta