Miami conquista o título de capital da gastronomia Ibero-americana

O título de capital da gastronomia Ibero-americana ganhou novo dono. Anteriormente pertencente a São Paulo, Miami, nos Estados Unidos, passa a ser oficialmente a detentora da honraria no estande montado pela Embratur, na Feira Internacional de Turismo (Fitur) de Madri, na Espanha.

“Capital Ibero-americana da Gastronomia” é uma designação que outorga reconhecimento à excelência gastronômica de um destino. Criado pela La Academia Ibero-americana de Gastronomia, em Sevilla. O prêmio vem sendo concedido desde 2009. Além de São Paulo, cidades como Córdoba (Espanha), Guanajuato (México) e Buenos Aires (Argentina) já receberam o título.

“Esse tipo de ação ajuda a divulgar um dos setores que mais tem atraídos turistas no mundo, que é o gastronômico. Muita gente no mundo hoje coloca a gastronomia de um país, de uma região, como fator determinante para confirmar a visita a um destino”, afirma Teté Bezerra, presidente da entidade.

A escolha de São Paulo, no ano passado, foi destacada pelo presidente da Academia Ibero-mericana. Para Rafael Anson, presidente da empresa, a cidade representou com brilhantismo o título de capital gastronômica. “São Paulo foi incrível, confirmou uma diversidade cultural traduzida em sua gastronomia que só nos trouxe alegria”, considerou.

Segundo Juan Maqueda, representante da cidade de Miami, a nova detentora do título, o Brasil vai ser convidado a continuar mostrando a sua gastronomia, agora nos Estados Unidos, em 2019. “Vamos convidar todos os meses um país diferente para mostrar em Miami, e queremos que São Paulo esteja lá com toda a sua cultura gastronômica”, informou Maqueda.

Importância da divulgação

Pompeo Andreucci Neto, embaixador do Brasil na Espanha, visitou o estande da Embratur na Fitur. “Esse trabalho realizado aqui em nossos estandes, divulgando, nossa cultura, nossa gastronomia, nossos destinos, é espetacular”, disse o embaixador, destacando a exposição de artesanato e os vídeos com campanhas de lugares do Brasil em painéis do estande brasileiro. “Aqui vi um pouco de tudo, de verde e amarelo. Alegre, bonito, o Brasil está de parabéns”.

Para ele, a Espanha, que recebe mais de 82 milhões de turistas estrangeiros, pode ser uma referência para o Brasil em ações de promoção. “O espanhol gosta muito do Brasil. Temos muitas coisas em comum, a cultura nos aproxima”, avaliou o embaixador.

A feira reúne mais de 10 mil expositores até o próximo dia 27 –  de 165 países/regiões – e é considerada um espaço estratégico para o Brasil promover seus destinos na Europa.

Leia mais sobre Destinos. 

Deixe uma resposta