Ministro do Turismo da Jamaica quer fortalecer capacidade de prever e gerenciar crises no Caribe

0

No último dia 9, o Ministro do Turismo da Jamaica Edmund Bartlett, atuando como presidente do Grupo Secretariado de Recuperação do Turismo do Caribe (CTRGS) e como coordenador do “Grupo de Trabalho de Recuperação de Desastres para Estados Afetados do Caribe”, falou durante a Cúpula internacional de gerenciamento de crise de viagem.

Os tópicos do Ministro Bartlett foram a Crise, como Mitigar Impactos, Gestão de Riscos e Aumento da Resiliência, onde ele ressaltou que enquanto o setor de turismo global tem sido tradicionalmente muito resiliente, também é um setor que, sem dúvida, está altamente suscetível a uma série de crises relacionadas a um leque de diferentes eventos como o terrorismo, os cyber ataques, mudanças climáticas, as pandemias e os eventos disruptivos em seus principais mercados de origem.

“As estratégias para gestão de crise e resiliência têm como objetivos aumentar as capacidades das áreas que são dependentes do turismo e que podem criar, ativar e monitorar sistemas preparatórios e de respostas para mitigarem as conseqüências das crises, se e quando elas ocorrerem”. O Ministro Bartlett apontou. “Esse tipo de estratégia é importante especialmente no contexto do Caribe onde estão a maioria das regiões que dependem do turismo no mundo e cujas economias sofrem e continuarão a sofrer terrivelmente por conta da pouca gestão de crise nesses eventos”.

Durante a apresentação, o Ministro Bartlett identificou os desafios para desenvolver sistemas de gestão de crise que sejam efetivos e a resiliência no Caribe, fazendo um apelo ao estabelecimento de um centro para enfrentar esses desafios. Baseado na Universidade das Índias Ocidentais na Jamaica, o centro seria chamado de “O Centro Caribenho para Resiliência e Sustentabilidade”.

“Nós vivemos em um mundo que enfrenta o aumento de riscos transnacionais, de vulnerabilidades sistêmicas e de desafios relacionados ao meio ambiente. O centro vai focar no aumento da capacidade regional para gerir uma série de mudanças crônicas que podem ser desestabilizadoras em nossas sociedades”, dise o Ministro Bartlett.

O papel do Centro Caribenho para Resiliência e Sustentabilidade incluirá: avaliação de risco, mapeamento e planejamento; política do ciberespaço e combate ao terrorismo; colaborações de pesquisa relacionadas à resiliência; desenvolvimento de sistemas de inovação; mobilização de recursos; e capacitação.

O ITCMS reúne líderes seniores de organizações de viagens, provedores de serviços especializados, políticos responsáveis por tomadas de decisão e representantes governamentais, todos os quais são os principais interessados em uma resposta global efetiva a uma ameaça cada vez mais complexa e prolífica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here