Ministros do Turismo e da Cultura discutem atuações na Copa

Por: Rafael Lima

Os ministros do Turismo e da Cultura, Gastão Vieira e Marta Suplicy, definiram na manhã de hoje, dia 11,  atuação conjunta para a Copa do Mundo de 2014. A ideia é criar um calendário cultural nas 12 cidades-sede e arredores para estimular o turismo e fortalecer a imagem do Brasil. O Ministério do Turismo ficará encarregado da divulgação dos eventos para estimular o aumento do fluxo de visitantes e a Cultura será responsável pela definição da programação. Um grupo técnico, formado por integrantes das duas pastas, vão detalhar o planejamento.

 

“O trabalho em parceria com certeza vai potencializar os resultados e otimizar o legado da Copa do Mundo. Não podemos perder essa oportunidade de mostrar todas as riquezas do nosso país para o mundo”, afirmou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Para a ministra Marta Suplicy, o mundial de futebol deve ser usado para o Brasil fortalecer a sua imagem mundialmente. “São bilhões de telespectadores olhando para o nosso país. Em termos de publicidade, seria algo que não teríamos condição ou prioridade para investir. Ter valido a pena o investimento, ou não, vai depender da nossa capacidade de mostrar um Brasil eficiente e culturalmente diverso”, comentou.

 

Para ampliar as agendas das cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, o Ministério da Cultura abriu um concurso público para selecionar atrações para as 12 cidades-sede. Um total de 1.805 propostas foram cadastradas em todas as áreas, da música ao circo, da arquitetura à gastronomia.

 

As propostas seguem agora para a fase de habilitação, com a verificação da documentação exigida no edital, e, em seguida, para a fase de avaliação dos projetos, prevista para janeiro. O investimento estimado é de R$ 19 milhões para, no mínimo, 206 propostas. O concurso prevê a circulação das exibições selecionadas para promover o intercâmbio entre as manifestações tradicionais. Os projetos serão escolhidos por uma Comissão de Avaliação e Seleção, composta por 40 pessoas, entre representantes da sociedade civil, dos estados das 12 cidades-sede e do MinC.

 

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, estuda a possibilidade de lançar um edital para ampliar o apoio a eventos culturais nos arredores das sedes. “Queremos estimular o turismo interno, fazer o visitante circular ao máximo pelo nosso país nos intervalos entre um jogo e outro. A cultura é um importante aliado nesse desafio”, comentou.

 

RL

Deixe uma resposta